Quadrilha é suspeita de desviar R$ 1,7 bilhão na venda de café no ES

Publicado em 26/11/2013 13:40 e atualizado em 26/11/2013 14:12 662 exibições

Uma operação do Ministério Público do Espírito Santo (MP-ES) e da Secretaria de Estado da Fazenda tenta prender nesta terça-feira uma quadrilha suspeita de ter desviado pelo menos R$ 1,7 milhão dos cofres públicos do Estado. A Operação Robusta II combate um grupo que atuava na venda de café nos Estados de Espírito Santo, Minas Gerais e Rio de Janeiro.

Apenas no ES, 27 empresas são suspeitas de envolvimento no esquema. A ação desta terça-feira é a segunda parte da Operação Robusta, que havia sido realizada em abril deste ano, na época para colher provas sobre a quadrilha.

Leia a notícia na íntegra no site do Terra.

No Valor: Operação do Ministério Público do ES combate o comércio ilegal de café

O Ministério Público do Espírito Santo (MPES) realiza hoje uma operação de combate à fraude na importação e exportação de café. A operação chamada de “Robusta II” tem o objetivo de desarticular e colher provas relativas à atuação de uma organização criminosa que age na comercialização do café nos Estados do Espírito Santo, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

Ao todo, agentes do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), da Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz) e da Polícia Militar do Espírito Santo e Rio de Janeiro cumprem, nesta manhã, nove mandados de prisão temporária e sete de busca e apreensão, emitidos pela Vara da Central de Inquéritos de Vitória.

Leia a notícia na íntegra no site do Valor Econômico.

 

 

Tags:
Fonte:
Terra + Valor Econômico

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário