Estudo mostra que café só deu lucro em Luís Eduardo Magalhães (BA)

Publicado em 17/12/2013 18:26 1029 exibições

A cafeicultura apresentou lucro apenas em Luís Eduardo Magalhães (BA) em 2013 (de R$ 21,46 em cada saca de 60 quilos), mostra relatório da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e do Centro de Inteligência de Mercado da Universidade Federal de Lavras (CIM/Ufla). Em Itabela (BA) e Jaguaré (ES), a produção de café conilon (robusta) apresentou pequeno prejuízo, de R$ 0,94 a saca e de R$ 3,37 a saca, respectivamente.  

Em alguns municípios, os preços não foram suficientes para cobrir o Custo Operacional Total (COT), provocando "um processo de descapitalização ou incapacidade de renovação da capacidade produtiva", revela o estudo. Em outros municípios, a receita foi menor que o Custo Operacional Efetivo (COE), "demonstrando a necessidade de aportes de recursos".

Leia a matéria na íntegra no site Mercado do cacau

Tags:
Fonte:
Mercado do cacau

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

1 comentário

  • amarildo josé sartóri vargem alta - ES

    Está aí amigos produtores de café, principalmente os de montanhas, a resposta para nossos questionamentos. Na região de Luís Eduardo Magalhães (BA), as fazendas são compostas por grandes áreas, onde a cafeicultura é totalmente mecanizada e irrigada, mesmo assim, a margem de lucro foi ínfima, se é que ocorreu para todos os produtores. Diferentemente, as lavouras de montanha são compostas por pequenas propriedades, agricultura familiar, totalmente dependente da mão de obra humana. Conclui-se que, se uma propriedade localizada em Luís Eduardo Magalhães (BA) que produz milhares de sacas de 60 quilos com uma margem de lucro de (R$ 21,46), é possível permanecer na atividade. Agora, imagine nas regiões de montanha, pequenas propriedades, que são as que mais geram empregos no setor, produzindo duzentas, quinhentas ou mil sacas, com uma margem de lucro de (R$ 21,46), mão de obra caríssima, salários, encargos, fertilizantes, defensivos, combustível e outros insumos necessários a uma boa produtividade, eu pergunto... Como sobreviver? IMPOSSÍVEL!!!!!

    0