Café: previsão de chuva para a região Sudeste deve trazer volatilidade para as cotações em NY

Publicado em 13/02/2014 07:59 e atualizado em 13/02/2014 08:46 676 exibições

As cotações do café arábica na bolsa de Nova Iorque iniciaram a quinta-fera(13) em alta. O primeiro vencimento março/14 registrou pico de 120 pontos , mas já começou a devolver os ganhos. E esse comportamento de sobe e desce deve ser registrado ao longo do dia, com os investidores de olho nos mapas climáticos. As previsões de chuvas afetaram os negócios, num primeiro momento, mas o mercado deve voltar a se acalmar assim que prognósticos forem analisados e o volume previsto considerado abaixo do ideal. 

Os mapas climáticos já identificam uma frente fria finalmente chegando perto de SP, estimulando o deslocamento da massa de ar seco. Só não há previsão de chuva no norte do ES e no nordeste de MG. As demais áreas da Região já voltam a ter pancadas de chuvas na sexta-feira. Porém no domingo essa frente fria se afasta do Sudeste. O sol volta a brilhar forte e o calor continua.

De acordo com os especialistas, para estancar as perdas e promover a recuperação dos cafezais é necessário um volume de chuvas acima de 200 mm e bem distribuídos durante pelo menos quatro ou cinco dias. Sem estas chuvas, as perdas nas lavoura devem continuar.

No Sul de Minas, principal região produtora de café do Brasil,  as perdas já estão confirmadas tanto para esta safra quanto para a colheita de 2015. Só não é possível ainda quantificar o tamanho do prejuízo, pois os prejuízos variam de acordo com a região. As áreas mais altas estão sofrendo menos , porém,os cafezais mais novos tem grande potencial de perda.

Por volta das 9h30 da manhã o vencimento Março/14 registrava queda de 150pontos a 139,55 centavos de dólar por libra peso. O Maio/14 recuava 160 pontos a 141,55 centavos de dólar por libra peso.

 

Tags:
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário