Volume de café exportado cresce 24,2% em fevereiro em relação ao mesmo mês do ano passado, diz relatório do CeCafé

Publicado em 10/03/2014 16:59 363 exibições

As exportações brasileiras de café em volume de sacas embarcadas registraram um incremento de 24,2% em fevereiro em relação ao mesmo mês do ano passado. Foram exportadas 2.745.541 sacas (verde, torrado & moído e solúvel), contra 2.210.600 em fevereiro de 2014. Já a receita apresentou queda de 9,7% se comparada ao mesmo mês do ano passado, fechando em US$ 386,447 milhões. As informações são do Balanço das Exportações divulgado hoje pelo CeCafé (Conselho dos Exportadores de Café do Brasil).
 
Em relação ao ano-safra, foram comercializadas 21.968.811 sacas de café entre julho de 2013 e fevereiro de 2014, quantidade 7,5% superior à registrada no mesmo período da safra anterior. A receita apontada foi de US$ 3,211 bilhões.
 
Considerando a qualidade do café, o levantamento mostra que a variedade arábica respondeu por 86,0% das vendas do país no mês de fevereiro, o solúvel por 9,3%, o robusta, por 4,7% das exportações e o torrado & moído por 0,1%. Os cafés diferenciados (arábica e conillon) tiveram participação de 17,2% nas exportações em termos de volume e de 22,0% na receita cambial.

O relatório aponta ainda que, entre os mercados importadores a Europa foi responsável pela importação de 55% do total embarcado do produto brasileiro no segundo mês de 2014, enquanto América do Norte respondeu pela compra de 25% do total de sacas exportadas, a Ásia por 17% e a América do Sul por 2%.
 
As exportações brasileiras para os chamados Países Importadores Emergentes tiveram um aumento de 34,2% nesse mesmo período. O Brasil também registrou crescimento 11,2% nas exportações para os Países Importadores Tradicionais, considerando a mesma base comparativa. 
 
Segundo o Balanço das Exportações, a lista de países importadores em fevereiro de 2014 segue liderada pelos Estados Unidos, que adquiriram 1.168.020 sacas (21% do total exportado), seguido pela Alemanha, com 1.011.089 (18% do total). A Itália ocupou a terceira colocação, importando 485.968 sacas do produto brasileiro (9%). No quarto está o Japão, com 357.563 sacas (6% do total).

Os embarques de café no segundo mês deste ano foram realizados em grande parte pelo porto de Santos, por onde foram escoados 76,6% do produto exportado (4.216.448 sacas), pelos portos do Rio de Janeiro, que embarcaram 19,2% do total (1.057.219 sacas), e pelo porto de Vitória, de onde saíram 1,9% do total (104.593 sacas).

Tags:
Fonte:
Cecafé

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário