El Niño deve ‘ajudar’ cafeicultores paranaense durante o inverno

Publicado em 26/05/2014 07:52 1272 exibições
Fenômeno provoca aquecimento das águas do Oceano Pacífico, o que produz impacto no clima em todo o Sul do Brasil

Os cafeicultores paranaenses podem trabalhar com o desenvolvimento das lavouras um pouco mais tranquilos em comparação à safra passada, pelo menos no que diz respeito às geadas que ano a ano atrapalham a produção do Estado. É o que confirma os meteorologistas do Instituto Agronômico do Paraná (Iapar) e do Simepar, órgãos responsáveis pela operação do Alerta Geada, serviço iniciado neste mês de maio e que segue até setembro.

O Alerta Geada auxilia produtores e profissionais envolvidos no cultivo do café a decidirem sobre a adoção de medidas para proteger lavouras contra os danos causados pelas geadas. Quando esse monitoramento detecta a aproximação de massas de ar frio, com intensidade capaz de causar danos à cafeicultura, é emitido um prealerta para cafeicultores e técnicos cadastrados, com 48 horas de antecedência. Caso as condições se confirmem, um aviso de ratificação é emitido 24 horas depois.

Leia a notícia na íntegra no site da Folha Web.

Tags:
Fonte:
Folha Web

0 comentário