Forte chuva de granizo atinge regiões produtoras de café no Sul de Minas

Publicado em 28/08/2014 18:16 e atualizado em 29/08/2014 14:53 1734 exibições

A região do Sul de Minas Gerais foi atingida na tarde desta quinta-feira (28) por uma chuva de granizo de grandes proporções. Segundo as primeiras informações que chegaram à redação do Notícias Agrícolas por meio de produtores, os municípios de Eloi Mendes, Varginha, Carmo da Cachoeira, Três Corações e São Gonçalo do Sapucaí foram os mais atingidos.

De acordo o  presidente do Sindicato Rural do município de Boa Esperança-MG, Manoel Joaquim da Costa, as chuvas podem afetar ainda mais as lavouras da região que sofrem com a seca e registram perdas na safra atual. "Tenho a informação de que a chuva foi forte e pode ter muito prejuízo para a região. Ainda não sabemos qual a quantidade de hectares que essa chuva atingiu, mas os produtores já se movimentam para quantificar as perdas", afirma.

O município de Carmo da Cachoeira foi um dos mais atingidos. Cafeicultores relataram que a grande quantidade de granizo foi suficiente para formar um tapete de até 5 cm sobre o solo. O consultor Régis Ricco, que atende vários cafeicultores da região relatou a situação devastadora nas lavouras afetadas. "Os cafezais recém plantados, de 6 a 9 meses, foram os mais afetados e em muitas propriedades a perda foi total nesse tipo de lavoura." O consultor disse também que as pedras tinham o tamanho de um celular.

A cidade de Varginha também foi fortemente atingida (vejam fotos abaixo). Segundo o produtor rural , Fabiano Reghin Doninguetti, o granizo desfolhou os cafeeiros e em lavouras mais novas chegou a descascar o caule das plantas. Fabiano tem cerca de 300 mil pés de café e pelo menos 80% foram afetados. "A perda foi grande, mas ainda não foi possivel quantificar os prejuízos", afirma. A situação também afeta a colheita, já que, os trabalhos nos campos na localidade só seriam finalizados nos próximos 15 a 20 dias.

No município de Elói Mendes, a chuva também prejudicou os cafezais. Segundo o administrador da Fazenda Crabé, Luiz Reis,  a produção em 200 hectares  foi toda atingida, "os pés de café desfolharam e a recente florada que ocorreu na propriedade também foi toda perdida. A camada de gelo foi de cerca de 20 cm."

Ontem o município de 3 Corações já havia registrado outra chuvarada de gelo, com grandes prejuízos. "Foi uma cortina de pedras, sem água, formando um tapete branco sobre as áreas atingidas" relatou um cafeicultor do município.

Segundo a Bloomberg, o Brasil enfrenta uma das piores secas registradas nas últimas décadas. A produção pode cair 18 por cento quando a colheita terminar no mês que vem, para 40,1 milhões de sacas, estima o Conselho Nacional do Café. Caso as chuvas na região tenham atingido grandes áreas produtoras do grão a quebra já confirmada na safra atual pode ser ainda maior.

"Nós já registramos perda na região devido à seca, nossa lavouras estão muito debilitadas e caso a chuva tenha atingido grandes áreas a perda será irreparável com reflexos significativos na safra atual, que está sendo colhida", disse Manoel da Costa ao NA.

 

Veja também como foi o fechamento do mercado nesta quinta-feira na Bolsa de Nova Iorque, clique aqui

 

(Foto: José Roberto de Freitas)

(Foto: José Roberto de Freitas)

(Foto: José Roberto de Freitas)

(Foto: José Roberto de Freitas)

(Foto: José Roberto de Freitas)

(Foto: G1 Sul de Minas)

(Foto: G1 Sul de Minas)

(Foto: G1 Sul de Minas)

(Foto: Correio Diário Regional do Sul)

 

Moradores do Sul de Minas são surpreendidos por fortes chuvas em dois dias

  • Moradores da Região Sul de Minas Gerais foram surpreendidos por fortes chuvas e rajadas de vento nos últimos dias e começam a contabilizar os prejuízos causados pelas tempestades. Nesta quinta-feira, o Corpo de Bombeiros de Varginha atendeu várias chamadas sobre a queda de árvores e fios de energia elétrica soltos pelas ruas. 

Veja a notícia completa no site dos Diários Associados.

Tags:
Por:
Jhonatas Simião
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário