Café: Nova York opera em alta próximo da linha dos US$ 1,90

Publicado em 24/09/2014 10:43 e atualizado em 25/09/2014 10:33 442 exibições

A Bolsa de Nova York (ICE Futures US) para o café arábica opera em alta na manhã desta quarta-feira (24) em todos os principais contratos. Por volta das 10h29 (horário de Brasília), o vencimento dezembro/14 registrava 183,00 cents de dólar por libra peso com 210 pontos de alta, o março/ 15 anotava 187,00 cents/lb com 195 pontos de elevação e o maio/15 tinha 189,35 cents/lb com 180 pontos. O julho/15 apresentava 180 pontos de alta cotado a 190,90 cents/lb.

Na sessão anterior, o mercado operou no campo positivo influenciado pela chuva insuficiente que caiu nas principais regiões produtoras de café e fatores técnicos. De acordo com cafeicultores, os volumes não foram suficientes para amenizar o déficit hídrico. O mercado também segue atento as notícias de alta safra na Colômbia e queda na produção de café no Vietnã, ambas notícias reportadas pelo Notícias Agrícolas.

A região Sudeste deve voltar a receber precipitações de forma mais intensa a partir do dia 15 de outubro, afirma a Somar Meteorologia.

 

Veja como fechou o mercado nesta terça-feira:

Café: NY tem mais um dia de alta com chuvas irregulares do final de semana

Por Jhonatas Simião

Nesta terça-feira (23), a Bolsa de Nova York (ICE Futures US) para o café arábica encerrou as cotações em mais um dia de alta, fechando acima da linha de US$ 1,80. O vencimento dezembro/14 registrou 180,90 cents de dólar por libra peso e o março/15 anotou 185,05 cents/lb, ambos com alta de 150 pontos. O contrato maio/15 encerrou a sessão cotado a 187,55 cents/lb e o julho/15 com 189,10, os dois vencimentos tiveram 155 pontos de valoração.

De acordo com o analista de mercado do Escritório Carvalhaes, Sérgio Carvalhaes, o mercado segue influenciado pela chuva que caiu nas principais regiões produtoras do Brasil e que foram insuficientes para amenizar o déficit hídrico. Segundo a Somar Meteorologia, a região Sudeste deve receber chuvas mais intensas a partir do dia 15 de outubro.

O mercado também segue atento as notícias de safra alta na Colômbia, e principalmente, queda na produção de café no Vietnã.

 

>> Safra 2015 de café da Colômbia deverá subir para até 13 mi sacas, diz federação

>> Safra de café 14/15 do Vietnã deverá cair pra 25 mi sacas, diz associação

 

Mercado interno

As cotações operam no campo misto com negócios travados. Os produtores se negam a vender nos preços ofertados e os compradores ainda estão abastecidos com as entregas futuras. O cereja descascado na cidade de Poços de Caldas-MG está cotado a R$ 438,00 a saca de 60 kg com queda de 3,95%, as outras praças apresentam preços estáveis e em alta. O tipo arábica 4/5 também teve queda na cidade e está valendo R$ 418,00 a saca com queda de 2,79% em relação ao dia anterior.

 

Bolsa de Londres tem sessão volátil e leve baixa

A Bolsa Internacional de Finanças e Futuros de Londres (Liffe) para o café robusta encerrou a sessão desta terça-feira (23) com preços mais baixos em seus principais contratos após sessão com ampla volatilidade. O vencimento novembro/14 finalizou o dia cotado a US$ 1.929 por tonelada e queda de US$ 7, o janeiro/15 com US$ 1.943 e US$ 8 de queda. O contrato março/15 encerrou cotado a US$ 1.957 e o maio/15 com US$ 1.971, ambos com queda de US$ 7.

 

Na BM&F, arábica 4/5 eleva ganhos da sessão anterior

O café arábica tipos 4/5 na BM&FBovespa encerraram as operações com preços mais altos em relação à sessão anterior. O vencimento dezembro/14 apresentou variação de 1,03% cotado a US$ 216,00, com 1.102 contratos futuros negociados e giro financeiro de R$ 57.985 milhões. O contrato com entrega em dezembro é o mais líquido do momento, com 5.776 em aberto. O vencimento março/15 está cotado a US$ 221,00 com 0,68% de alta e o setembro/15 tem US$ 226,50 com 1,57% de elevação.

Tags:
Por:
Jhonatas Simião
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário