Café: Mercado fecha quase estável em NY nesta 2ª; Volcafe estima déficit global de 10 mi de sacas em 2014/15

Publicado em 24/11/2014 16:40 e atualizado em 24/11/2014 17:12 339 exibições

A Bolsa de Nova York (ICE Futures US) para o café arábica encerrou esta segunda-feira (24) com variação quase estável em relação à sessão anterior.

Durante o dia o mercado registrou intensa volatilidade e em boa parte da sessão os preços ficaram no campo positivo com recompras técnicas. A divulgação da Volcafe também deu a tônica ao mercado, porém, no final da sessão os operadores foram mais conservadores e as cotações fecharam com variação quase neutra.

O vencimento dezembro/14 registrou 189,65 cents de dólar por libra peso, estável em relação à sessão anterior, o março/15 anotou 190,55 cents/lb com queda de 15 pontos, o maio/15 teve 193,00 cents/lb com desvalorização de 10 pontos e o julho/15 encerrou a sessão cotado a 195,15 cents/lb com 20 pontos de queda.

Segundo o analista de mercado da Maros Corretora, Marcus Magalhães, a semana no mercado cafeeiro começou de forma positiva e com boa presença de operadores no mercado.

“Após a devastadora divulgação do USDA que elevou a safra brasileira, agora foi a vez de um operador internacional, projetar para a safra 2014/15 um déficit de 10 milhões de sacas entre produção e demanda”, afirma o analista.

A suíça Volcafe, divisão de café da trading de commodities ED&F Man, estima que o déficit global de café irá subir para 10 milhões de sacas na safra atual. No relatório anterior, em setembro, se previa um déficit de 9 milhões de sacas.

» Volcafe estima déficit global de café em 10 milhões de sacas em 2014/2015

Ainda de acordo com o analista, para amanhã espera-se que o movimento comprador dos terminais fique evidenciado.

Mercado interno

Segundo Magalhães, no lado interno poucos negócios são realizados. “Os preços se mantém firmes aliado a fraca liquidez, ao desempenho das bolsas internacionais e ao bom comportamento cambial”, explica.

O tipo cereja descascado teve maior variação na cidade de Poços de Caldas-MG, onde a saca teve queda de 6,35% e está cotada a R$ 531,00. A cidade que tem o maior valor de negociação para o tipo é Guaxupé-MG com R$ 565,00 e valorização de 0,89% em relação ao dia anterior de negócios.

O tipo 4/5 de café arábica também anotou maior valor na cidade de Guaxupé-MG, onde está cotado a R$ 555,00 a saca e registrou valorização de 0,91%. O município mineiro foi a localidade entre as praças de comercialização que apresentou maior variação.

O tipo 6 duro anotou maior valor em Guaxupé-MG com R$ 502,00 a saca e alta de 1,01% em relação a sexta-feira. A cidade que teve variação mais expressiva foi Maringá-PR com alta de 2,50% com saca cotada a R$ 410,00.

Na sexta-feira (21), o Indicador CEPEA/ESALQ do arábica tipo 6 registrou queda de 1,57% e está cotado a R$ 466,54 a saca de 60 kg.

» Clique e veja as cotações do mercado interno nesta segunda-feira (24).

Tipo 4/5 fecha no campo misto na Bovespa

As cotações do café arábica tipo 4/5 encerraram no campo misto na BM&F Bovespa. O vencimento dezembro/14 encerrou o dia com US$ 228,00 a saca de 60 kg e queda de 0,87%, o março/15 anotou US$ 230,00 e desvalorização de 0,86% e o setembro/15 está cotado a US$ 242,55 a saca com 1,91% de alta. Para o tipo 6/7, foi mais um dia sem negócios.

Robusta registra alta expressiva em Londres

As cotações do café robusta na Bolsa Internacional de Finanças e Futuros de Londres (Liffe) registraram alta nesta segunda. O contrato janeiro/15 está cotado a US$ 2099,00 por tonelada com valorização de US$ 21 por tonelada e o março/15 teve US$ 2100,00 por tonelada com alta de US$ 20.

» Clique e veja as cotações completas de café.

Tags:
Por:
Jhonatas Simião
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário