Café: Cotações do arábica operam em baixa nesta 3ª feira em NY

Publicado em 16/12/2014 09:53 e atualizado em 16/12/2014 13:47 96 exibições

As cotações do café arábica operam com leve baixa na Bolsa de Nova York (ICE Futures US) nesta terça-feira (16), após fechamento com alta de quase 500 pontos na sessão anterior . Por volta das 14h46, o contrato março/15 registrava queda de 325 pontos cotado a 175,40 cents/lb, o maio/15 anotava 177,75 cents/lb e desvalorização de 345 pontos e o julho/15 tinha 360 pontos negativos com 179,95 cents/lb. O vencimento dezembro/15 não tinha negócios.

Na sessão anterior, a bolsa norte-americana registrou alta em dia de correção técnica com recompras de fundos ante os recentes fechamentos. Com isso, houve o rompimento da linha de resistência e os preços caíram quase 500 pontos.

As cidades produtoras de café registram chuvas que deve favorecer o crescimento dos frutos para a próxima safra. No entanto, em entrevista ao Notícias Agrícolas, o técnico da Procafé, Rodrigo Naves Paiva explicou que a chuvas realmente já voltaram ao Sul de Minas, mas ainda em volumes abaixo da média e que o déficit hídrico continua elevado para os cafezais de algumas cidades.

» Chuvas voltam ao Sul de Minas mas ainda em volumes abaixo da média e déficit hídrico continua elevado para os cafezais

» Clique e veja as cotações completas de café.

Veja como fechou o mercado na segunda-feira:

Café: NY retoma alta nesta 2ª feira com quase 500 pts, após 3 quedas consecutivas; mercado físico tem poucos negócios

Por Jhonatas Simião

A Bolsa de Nova York (ICE Futures US) para o café arábica fechou com alta nesta segunda-feira (15), após três dias consecutivos de queda que fizeram as cotações operarem abaixo dos US$ 1,70.

Na sessão de hoje, o vencimento dezembro/14 registrou 177,65 cents de dólar por libra peso, o março/15 anotou 178,65 cents/lb e o maio/15 teve 181,20 cents/lb, ambos com valorização de 465 pontos. O vencimento julho/15, mais distante, trabalha com preço ainda mais alto e encerrou a sessão cotado a 183,55 cents/lb com 460 pontos positivos.

Segundo o analista de mercado do Escritório Carvalhaes, Sérgio Carvalhaes, a alta na sessão desta segunda-feira foi técnica. “No final do dia houve recompras de fundos e consequentemente o rompimento da linha de resistência fazendo com que os preços subissem”, afirma.

Ainda de acordo com o analista, apesar da alta os fundamentos na bolsa norte-americana continuam os mesmos. As cidades produtoras de café no Brasil recebem chuvas volumosas pelas próximas duas semanas o que deve favorecer o crescimento dos frutos para a próxima safra.

Em entrevista ao Notícias Agrícolas, o técnico da Procafé, Rodrigo Naves Paiva explicou que a chuvas realmente já voltaram ao Sul de Minas, mas ainda em volumes abaixo da média e que o déficit hídrico continua elevado para os cafezais de algumas cidades.

» Chuvas voltam ao Sul de Minas mas ainda em volumes abaixo da média e déficit hídrico continua elevado para os cafezais

Mercado interno

De acordo com Carvalhaes, os negócios no mercado físico estão quase parados com a proximidade do final do ano. “Acredito que o mercado deve seguir firme até a primeira semana de janeiro a não ser que alguma novidade muito importante aconteça”, explica o analista.

O tipo cereja descascado teve maior variação na cidade de Guaxupé-MG, onde a saca está cotada a R$ 572,00 e teve alta de 2,88%. A cidade com o maior valor de negociação no dia foi Franca-SP com saca valendo R$ 580,00 e preço estável em relação à sexta-feira.

A cidade com maior valor de negociação para o tipo 4/5 foi Guaxupé-MG que tem saca cotada a R$ 561,00 e teve no dia valorização de 2,75%. A localidade também apresentou a maior variação do dia.

O tipo 6 duro também anotou maior valor em Guaxupé-MG com R$ 508,00 a saca e alta de 3,04%. O município teve a variação mais expressiva do dia.

Na quinta-feira (11), o Indicador CEPEA/ESALQ do arábica tipo 6 registrou alta de 0,06% e está cotado a R$ 452,87 a saca de 60 kg.

Tipo 4/5 fecha também registra alta na Bovespa

As cotações do café arábica tipo 4/5 encerraram a sessão de hoje no campo positivo na BM&F Bovespa. O vencimento dezembro/15 registrou US$ 219,40 com avanço de 1,64%, o março/15 anotou US$ 217,50 com alta de 2,79% e o setembro/15 fechou o dia com valorização de 0,95% cotado a US$ 222,60.

Liffe registra queda em Londres

As cotações do café robusta na Bolsa Internacional de Finanças e Futuros de Londres (Liffe) registraram baixa nesta segunda-feira. O contrato janeiro/15 está cotado a US$ 1938,00 por tonelada com desvalorização de US$ 6, o março/15 teve US$ 1969,00 por tonelada e recuo de US$ 5 e o maio/15 anotou US$ 1983,00 por tonelada com queda de US$ 9.

Tags:
Por:
Jhonatas Simião
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário