Cecafé e Secretaria de Agricultura do Estado de São Paulo assinam protocolo de intenções para ampliar capacitação de produtores

Publicado em 01/08/2016 13:52
93 exibições

O Cecafé - Conselho dos Exportadores de Café do Brasil – acaba de assinar um protocolo de intenções com a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo com intuito de ampliar a capacitação de produtores familiares de café em informática e boas práticas agrícolas no Estado de São Paulo. O acordo tem como objetivo obter apoio da Secretaria no sentido de ampliar a abrangência do programa “Produtor Informado” para atender o maior número de produtores de café e trabalhadores rurais. O projeto, criado há dez anos pelo Cecafé, visa levar inclusão digital e as boas práticas agrícolas aos pequenos e médios produtores de café do Brasil.

Pelo protocolo assinado, o Cecafé e a Secretaria se comprometem a promover cursos de capacitação aos agricultores com ênfase em ações de sustentabilidade para a cafeicultura brasileira. O plano de trabalho, que inclui a organização, operacionalização e programação dos cursos, deverá ser executado pelo Grupo Técnico de Cooperação (GTC), formado por representantes do Cecafé e da Secretaria. A parceria contempla ainda o fornecimento de materiais aplicados aos produtores participantes.

“Há mais de uma década buscamos aprimorar e ampliar os nossos programas ligados à inclusão dos pequenos produtores e à sustentabilidade. Essa nova parceria com a Secretaria da Agricultura e Abastecimento de São Paulo é mais um passo importante neste sentido”, diz Luciana Florêncio, diretora-geral do Cecafé.

Segundo a executiva do Cecafé, as práticas sustentáveis devem sempre andar de mãos dadas com a cadeia produtiva e, para atingir esse objetivo, é essencial ter produtores agrícolas bem preparados e conectados com as melhores e mais inovadoras práticas de produção. “Só assim teremos um produto cada vez mais qualificado e com processos produtivos sustentáveis”, completa.

O projeto “Produtor Informado” conta também com a parceria da EMATER-RO, EMATER-MG, Incaper, Fundação Hanns Neumann, Ifes-Agrifesw, Coocapec e Cooxupé, atingindo 45 municípios nos principais estados produtores (MG, ES, SP e RO). Desde sua criação, o programa já capacitou 2.000 participantes e a expectativa é totalizar, ao longo deste ano, 1.500 alunos formados em diferentes regiões do Brasil.

Fonte: Cecafé

Nenhum comentário