Novo estudo da OIC: Avaliação da sustentabilidade econômica da cafeicultura mundial

Publicado em 24/10/2016 13:30 156 exibições

Uma nova pesquisa realizada pela OIC (Organização Internacional do Café) mostra que os produtores do grão em determinados países do mundo estão trabalhando com prejuízo e a cafeicultura está se tornando cada vez menos rentável ao longo dos anos.

Desde março de 2015, o preço indicativo composto da OIC se mantém abaixo de sua média de 10 anos de 137,24 centavos de dólar dos EUA por libra-peso desde março de 2015, gerando preocupações com a viabilidade econômica do setor. Esta situação põe em risco os meios de subsistência dos produtores de café em muitos países.

Como resultado, há uma preocupação generalizada no setor cafeeiro com a possibilidade de os períodos longos de preços baixos do café afetarem negativamente a oferta de grão de alta qualidade e terem efeitos adversos nas rendas das famílias cafeicultoras. Dessa forma, a instituição pondera que políticas específicas precisam ser formuladas para que se possa resolver a questão da sustentabilidade econômica da produção e estabilizar a oferta de café no futuro, permitindo que os cafeicultores obtenham uma remuneração justa.

Este novo estudo avalia a estrutura de custos da produção de café em países selecionados (Brasil, Colômbia, Costa Rica e El Salvador), e deriva recomendações sobre como melhorar a viabilidade económica da produção de café.

» Clique e veja o relatório completo da OIC

Com informações da Assessoria de Imprensa da OIC (Organização Internacional do Café)

Por:
Jhonatas Simião
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário