Café robusta cai pela sétima sessão seguida na Bolsa de Londres com expectativa de boa safra no Vietnã

Publicado em 06/09/2017 17:50 147 exibições

LOGO nalogo

As cotações futuras do café robusta na Bolsa de Londres (ICE Futures Europe), antiga Liffe, fecharam em baixa na sessão desta quarta-feira (6), testando mínimas de maio, na medida em que os especuladores liquidavam posições compradas e as percepções da próxima safra do Vietnã mudavam. Com isso, os vencimentos ficaram mais distantes de US$ 2000,00 por tonelada.

O contrato setembro/17 encerrou a sessão de hoje cotado a US$ 1965,00 por tonelada com queda de US$ 18, o novembro/17 registrou US$ 1945,00 por tonelada e recuo de US$ 24 e os lotes com vencimento para janeiro/18 anotaram US$ 1930,00 por tonelada com desvalorização de US$ 22. Essa é a sétima sessão seguida de queda no terminal.

O mercado voltou a cair acompanhando a atuação dos especuladores, mas também com os operadores atentos com a próxima safra do grão. As informações são de agências internacionais de notícias. "Nossos amigos vietnamitas estão na fila para uma grande safra", disse um revendedor à Reuters. "Vai ser precoce, vai ser grande e vai ser bom". O Vietnã é o maior produtor de café conilon.

Assim como no arábica, no mercado de robusta no Brasil, os agentes também estão recuados e a liquidez segue baixa. Na terça-feira (5), o Indicador CEPEA/ESALQ do robusta, tipo 6, peneira 13 acima, teve a saca de 60 kg cotada a R$ 401,49 com queda de 0,68%.

» Clique e veja as cotações completas de café

Por:
Jhonatas Simião
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário