IBGE reduz levemente previsão de safra de café do Brasil, com menor área de arábica

Publicado em 08/03/2018 14:06
162 exibições

LOGO REUTERS

SÃO PAULO (Reuters) - O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) estimou nesta quinta-feira a safra de café do Brasil deste ano em 53 milhões de sacas de 60 kg, cerca de 200 mil sacas a menos em relação ao levantamento divulgado no mês anterior, em meio a uma redução na expectativa de área plantada de arábica.

O IBGE estimou o plantio total do Brasil em 1,857 milhão de hectares, queda de 1,5 por cento ante o mês anterior, com a redução sendo puxada pelas lavouras de arábica (-2,4 por cento, para 1,433 milhão de hectares).

Dessa forma, a produção de café arábica foi estimada em 40,9 milhões de sacas de 60 kg, redução de 1,2 por cento em relação ao mês anterior.

O IBGE citou que a Bahia influenciou na redução da expectativa com a produção de árábica, reduzindo a área plantada. A produção no Estado nordestino foi estimada em 1,5 milhão de sacas, queda de 25,2 por cento em relação ao mês anterior.

Já a previsão de produção de café robusta do país foi elevada em 2,9 por cento, para cerca de 12,1 milhões de sacas, com a safra baiana colaborando com o aumento, sendo estimada em 1,6 milhão de sacas, segundo o IBGE, que vê uma área dessa variedade no país maior que a esperada anteriormente.

De um ano para o outro, a área de arábica deverá cair 4,6 por cento, enquanto a de robusta aumentará 3 por cento.

A colheita de café total do Brasil, que este ano está no ciclo de alta da produtividade do arábica, deve aumentar 14,6 por cento na comparação com 2017. Os trabalhos nos principais produtores devem começar em mais algumas semanas.

Integrantes do mercado e o governo avaliam que a produção poderá atingir níveis recordes.

(Por Roberto Samora)

Tags:
Fonte: Reuters

Nenhum comentário