Espírito Santo produzirá 68% do café conilon do Brasil

Publicado em 28/01/2019 09:49 e atualizado em 28/01/2019 14:36
237 exibições
Produção brasileira de café conilon está estimada em 15,34 milhões de sacas e a capixaba em 10,37 milhões de sacas de 60kg em 2019.

O Estado do Espírito Santo, segundo maior produtor de cafés no Brasil, deverá produzir um volume médio equivalente a 13,60 milhões de sacas em 2019, num intervalo estimado de 12,48 milhões a 14,73 milhões de sacas, numa área de produção estimada em 393,90 mil hectares. Assim, o Espírito Santo deverá ter uma produtividade média de 34,54 sacas por hectare. Tal produção, se confirmada, corresponderá a 26% do total da safra dos Cafés do Brasil, a qual está estimada entre 50,48 milhões e 54,48 milhões de sacas, tendo como safra média o volume de 52,48 milhões de sacas de 60kg, numa área de produção de 1,84 milhão de hectares com produtividade média de 28,49 sacas por hectare.

Com essa performance, a produção do Estado do Espírito Santo será composta por 3,23 milhões de sacas de café arábica e 10,37 milhões de sacas de café conilon, o que permite apurar a safra média citada de 13,60 milhões de sacas. Assim, a produção capixaba de café conilon corresponderá a 68% da safra média nacional dessa espécie, que está estimada em 15,34 milhões de sacas. E a produção de café arábica do Espírito Santo corresponderá a 9% da safra dessa espécie em nível nacional, estimada em 37,14 milhões de sacas.

Os números e dados que permitiram essa análise comparativa da produção do Espírito Santo com a produção nacional dos Cafés do Brasil foram extraídos do 1° Levantamento da Safra de Café de 2019, da Companhia Nacional de Abastecimento - Conab, o qual está disponível na íntegra no Observatório do Café do Consórcio Pesquisa Café, coordenado pela Embrapa Café, e também na seção da Safra Brasileira de Café, no site da Conab.

Referido Levantamento atribui essa performance da produção do café conilon do Espírito Santo às boas condições climáticas, utilização de melhores materiais genéticos para o cultivo e tecnificação do sistema de produção, que proporcionaram boas floradas, aliadas à excelente recuperação das lavouras. Nesse contexto, a expectativa registrada no 1° Levantamento da Safra de 2019 é de que a produção de conilon poderá ocorrer no intervalo entre 9,48 milhões e 11,27 milhões de sacas, o que sinaliza uma safra média de 10,37 milhões de sacas de 60kg. Contudo, caso se confirme o limite do intervalo superior, haverá um incremento de até 25,4% na produção em relação à temporada anterior, que foi de 8,99 milhões de sacas em 2018 dessa espécie.

Além dessas análises da cafeicultura nacional, ora em destaque, o 1° Levantamento da Safra de Café de 2019 traz ainda vários dados e informações sobre estimativa de área cultivada, produtividade e produção, assim como mapeamento do parque cafeeiro, monitoramento agrícola, avaliação por estado produtor de café (Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo, Bahia, Rondônia, Paraná, Rio de Janeiro, Goiás e Mato Grosso), e, por fim, preços do café beneficiado e calendário de colheita.

Leia na íntegra o 1° Levantamento da Safra de Café de 2019, da Conab, pelo link: http://www.sapc.embrapa.br/arquivos/consorcio/levantamento/conab_safra2019_n1.pdf

Tags:
Fonte: Embrapa Café

2 comentários

  • Marcos Vinícios contarini Cachoeiro de Itapemirim - ES

    Olha, não sei qual a fonte de vcs mais com certeza e mentirosa pois as perdas já ultrapassou os 50% ou vcs não estão vendo o clima ou tem algum fator que impede de vcs divulgarem a verdada

    0
  • Eduardo Lima Buqueroni Mimoso Do Sul - ES

    Com péssimo ano pra florada e agora com quase um mês sem chuva e temperatura altíssima não sei como ter uma produção dessa...

    0