Expectativa de alta oferta deixa preços do café em NY instáveis nessa terça-feira

Publicado em 05/03/2019 11:11 e atualizado em 05/03/2019 17:31
437 exibições

LOGO nalogo

Os preços internacionais do café na Bolsa de Nova York (ICE Futures US) operam com resultados mistos na manhã dessa terça-feira (05). As principais cotações registravam movimentações entre 2,85 pontos negativos e 1,70 pontos positivos por volta das 11 horas (horário de Brasília).

O vencimento maio/19 era cotado a 94,10 cents/lb. Já o vencimento julho/19 valia 101,75 cents/lb e o setembro/19 era negociado por a 104,20 cents/lb.

Segundo o site Barchart, essa flutuação no mercado se dá pelos sinais de que deveremos ter uma oferta abundante de café após a divulgação dos dados do Ministério de Comércio do Brasil que mostraram que as exportações de café subiram + 2,6% com relação ao último mês e + 36,9% em comparação ao ano passado, atingindo a marca de 3,108 milhões de sacas.

Além disso, o pesquisador de commodities Rabobank, na segunda-feira, projetou a safra de café 2019/20 em 57,6 milhões de sacas, acima da estimativa da Conab (estimativa oficial do governo do Brasil) de 54,5 milhões de sacas.

Confira como fechou o mercado na última segunda-feira:

>> Café: NY cai mais de 280 pts nesta 2ª e se aproxima das mínimas de 14 anos

Tags:
Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

2 comentários

  • Ivanir Matos Espera Feliz - MG

    Com esse preço de café não compensa nem fazer a apanha na maioria das lavouras, ...se fizer a conta direitinho a colheita não paga o trabalho, principalmente em lavoura velha ....agora aparece um tal de Robobank com uma previsão de safra que deve ter sido feito nas lavouras deles..., para ajudar não aparece ninguém... para atrapalhar qualquer conversa fiada aparece para jogar o mercado ainda mais para baixo. Quero ver quem consegue produzir café em nossa região com adubo de mais de 100 reais, mão de obra dentro da safra de 100 reais por dia, mais óleo diesel no preço que está e com essa energia cara também ... só se for artista!!! (porque fora daí não vejo como fazer...).

    0
    • RODRIGO POLO PIRESBALNEÁRIO CAMBORIÚ - SC

      Sr. Ivanir, eu conheço plantação de café só de longe, mas me solidarizo com os produtores que estão em situação financeira critica. Procuro saber sobre o Funcafé e não encontro quase nada... no MAPA existem dados até 2014... Sei também da briga politica pelo controle do fundo que, na visão dos que pleiteiam a retirada do controle do MAPA, tem muitos e muitos milhões de reais.... Só que o Funcafé é um fundo para financiamento da atividade cafeeira... Eu posso também entender seu comentário de duas formas, olhei os dados relativos a preços e na média parece que o preço caiu 20% (comparando dados desse ano com os do ano passado), mas já tivemos anos anteriores com preços nos patamares desse ano... Então, podemos dizer que o preço não paga os custos, só que não consigo saber o quanto isso se deve ao aumento desses custos de produção... Pois, pelo que entendi, o problema é a queda do preço aliada ao aumento do custo de produção.... Dessa forma a visão econômica liberal é a de que o preço não pode ser controlado, restando portanto a alternativa de diminuição dos custos de produção, e como há um limite para essa diminuição, ela deve vir da diminuição dos impostos e dos estímulos financeiros, mais precisamente empréstimos para aumentos de área como vem ocorrendo no Brasil nos últimos anos.... Esse foi o efeito que aconteceu nos empréstimos para caminhões e que culminou na greve dos caminhoneiros. O governo financia, a oferta faz a demanda e não a demanda a oferta. O mecanismo dessa oferta e demanda está no principio que diz que o preço sobe quando há abundancia de compradores e escassez de vendedores, e cai quando há escassez de compradores e abundancia de vendedores, e por esse raciocínio não é a quantidade ofertada que faz o preço cair ou subir. De outra forma, a medida que o preço cai, aumenta a demanda. Num mercado que se auto regula ou em uma economia liberal, a doutrina é a de que deve-se deixar quebrar quem tiver que quebrar, mas isso pressupõe uma série de pré requisitos, pois em uma economia liberal não podem haver estímulos, pois é sabido que esses estímulos à qualquer tipo de atividade econômica é que provocam esses desequilíbrios. Por outro lado esse sistema de criação de fundos públicos só serve para criar disputas entre grupos, políticos ou privados, pelo controle administrativo desses fundos. Quem está no esquema sobrevive e quem não está sucumbe. Então a atividade passa a ser uma questão de lobby politico e não de mérito daquele que consegue produzir melhor com seus próprios meios. Os estímulos fazem com que a oferta aumente, o que não ausência de compradores reduz os preços. Sobrevivem somente aqueles com boas ligações politicas. Esse é o sistema implantado no país em TODAS as atividades agropecuárias. Mudar isso não vai ser fácil, mas é possível.

      0
    • RODRIGO POLO PIRESBALNEÁRIO CAMBORIÚ - SC

      file:///C:/Users/rodrigo/Downloads/BoletimZCafeZjaneiroZ2019_1.pdf

      0
    • ALEX FERNANDO RASSELESANTA TERESA - ES

      Estamos caminhando para uma quebradeira em massa ... a maioria está devendo prestações em tratores, maquinas, e devendo ao banco .

      1
    • ALEX FERNANDO RASSELESANTA TERESA - ES

      Acho que os produtores estão trabalhando muito ... se nós produzirmos menos venderemos mais caro e ganhamos mais dinheiro..., quando uma cultura tem o preço elevado, há. imediatamente, um forte investimento nessa cultura e, na sequencia, com a maior oferta, os preços despencam... deveríamos deixar de produzir em áreas de mata para estimular mais chovas.. e, em consequencia, vamos produzir menos... e ganhar mais dinheiro ... pensem nisso!

      3
  • Carlos Rodrigues -

    Café: Continuam a vender barato para pagar contas!! o fato de ter aumentado a exportação é ridículo, o que interessa é que cada vez vendem mais grãos para fazer menos dinheiro!!!

    0
    • ALEX DESTEFANICARMO DA CACHOEIRA - MG

      Produtor de café: O que mais trabalha, e o que menos ganha!!!

      0
    • CARLO MELONISAO PAULO - SP

      O governo alega que nao precisa ajudar quem toma cafe' de graça---

      0