Café: Mercado testa reação na Bolsa de Nova York nesta 2ª com ganhos de mais de 50 pts

Publicado em 25/03/2019 12:24 e atualizado em 25/03/2019 13:11
136 exibições

LOGO nalogo

Os contratos futuros do café arábica na Bolsa de Nova York (ICE Futures US) operam com leve alta nesta tarde de segunda-feira (25). O mercado externo busca acomodação depois de quedas seguidas nos últimos dias e com as oscilações do câmbio no dia.

Por volta das 12h15 (horário de Brasília), o vencimento maio/19 subia 60 pontos, a 94,50 cents/lb. Já os lotes com vencimento para julho/19 avançavam 45 pontos, a 97,10 cents/lb e o setembro/19 tinha valorização de 50 pontos, cotado a 98,55 cents/lb.

Depois de cair na semana passada e se reaproximar das mínimas de mais de 10 anos, o mercado do arábica na ICE retomou a alta nesta segunda-feira. Além do movimento de acomodação, o câmbio também contribui para a valorização nas cotações da variedade.

Às 12h21, o dólar comercial caía 0,94%, cotado a R$ 3,866 na venda, acompanhando melhora no exterior e investidores atentos com os desdobramentos da reforma da Previdência. A moeda mais baixa em relação ao real tende a desencorajar as exportações das commodities.

Nos últimos dias, operadores negociavam em Nova York com as perspectivas de ampla oferta. Do outro lado, produtores de vários países do mundo, dentre eles o Brasil, maior produtor e exportador do mundo, relatam preços abaixo dos custos de produção.

Na Colômbia, por exemplo, segundo informou a federação dos cafeicultores do país, o governo do país concederá 60 bilhões de pesos (19,4 milhões de dólares) para dar suporte aos produtores do grão que estão enfrentando baixos preços e que lutam para se manter na atividade.

No Brasil, no último fechamento, o tipo 6 duro era negociado a R$ 390,00 a saca de 60 kg em Guaxupé (MG), em Espírito Santo do Pinhal (SP) registravam R$ 380,00 e em Poços de Caldas (MG) estavam valendo R$ 374,00.

» Clique e veja as cotações completas do café

Por: Jhonatas Simião
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário