Adido do USDA estima safra 2019/20 de café do Brasil em 59,3 mi sacas

Publicado em 22/05/2019 20:12 e atualizado em 23/05/2019 09:54
341 exibições

LOGO REUTERS

NOVA YORK (Reuters) - A safra de café do Brasil deverá alcançar 59,3 milhões de sacas de 60 kg em 2019/20, informou relatório de adido do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA, na sigla em inglês) em São Paulo.

A previsão representa um recuo de 8,5% em relação à safra recorde registrada em 2018/19. Isso porque a temporada 2019/20 é de baixa no ciclo bienal da produção de café arábica no Brasil, o que resulta normalmente em rendimentos menores que os do ano anterior.

Ainda assim, os participantes do mercado esperam uma grande safra brasileira para um ano de baixa, com a previsão do adido se colocando na parte mais alta do intervalo das estimativas.

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) espera uma produção de 50,9 milhões de sacas, o Rabobank prevê 57,6 milhões de sacas e a Comexim fixa a safra em 58,2 milhões de sacas.

Segundo o adido, a produção de café arábica deve recuar 15%, para 41 milhões de sacas, à medida que os rendimentos caem nos anos de baixa. A produção de café robusta, por sua vez, deve alcançar 18,3 milhões de sacas, um avanço de 1,7 milhão de sacas.

O total de exportações de café do Brasil é esperado em 36,82 milhões de sacas, disse o adido, em comparação com o recorde de 39,72 milhões de sacas previsto em 2018/19.

O consumo doméstico de café deve avançar 1,5% ante o último ano, para 23,53 milhões de sacas.

O relatório espera ainda que os estoques finais em 2019/20 registrem um decréscimo de quase um milhão de sacas, a 2,88 milhões de sacas.

Tags:
Fonte: Reuters

Nenhum comentário