Futuros do café arábica voltam a subir nesta tarde de 3ª feira na Bolsa de Nova York

Publicado em 04/06/2019 12:23
431 exibições

LOGO nalogo

Os futuros do café arábica operam com alta de mais de 100 pontos nesta tarde de terça-feira na Bolsa de Nova York (ICE Futures US). O mercado repercute a queda do dólar ante o real e informações sobre a colheita no Brasil.

Por volta das 12h12 (horário de Brasília), o vencimento julho/19 tinha alta de 160 pontos, a 105,35 cents/lb. Já o setembro/19 avançava 150 pontos, a 107,80 cents/lb e o dezembro/19 tinha valorização de 140 pontos, a 111,40 cents/lb.

Depois de movimento de acomodação na véspera e início da sessão desta terça-feira, os contratos futuros do café arábica voltam a subir acompanhando as informações do tempo no país em plena colheita da safra 2019/20.

Voltou a ficar frio em áreas do Sul e Sudeste do Brasil, reascendendo os temores de geadas em áreas produtoras de café. Além disso, o câmbio também contribui para o avanço. Às 12h17, o dólar comercial recuava 0,65%, a R$ 3,864.

A moeda estrangeira mais baixa tende a desencorajar as exportações da commodity e por isso tende a dar suporte aos preços externos. O Brasil é o maior produtor e exportador de café do mundo.

A colheita do café no Brasil atingiu 22% da produção total esperada até o dia 28 de maio, segundo estimativa da consultoria Safras & Mercado. Uma alta de seis pontos percentuais de uma semana para a outra, o que já representa 13 milhões de sacas de 60 kg.

No Brasil, no último fechamento, o tipo 6 duro era negociado a R$ 436,00 a saca de 60 kg em Guaxupé (MG) e em Poços de Caldas (MG) estavam valendo R$ 407,00.

» Clique e veja as cotações completas do café

Por: Jhonatas Simião
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário