Café finaliza a semana sem grandes variações: De olho na colheita, clima e Coronavírus

Publicado em 22/05/2020 17:47 e atualizado em 23/05/2020 16:56 471 exibições

LOGO nalogo

O café termina a sessão desta sexta-feira (22) sem grandes movimentações na Bolsa de Nova York (ICE Future US). Em um momento de entressafra, de colheita no Brasil e em que o mercado acompanha as notícias envolvendo o Coronavírus, a semana foi marcada por dias tranquilos e de variações técnicas para o café. 

Julho/20 teve queda de 115 pontos, negociado por 103,60 cents/lbp, setembro/20 registrou baixa de 110 pontos, valendo 105,20 cents/lbp, dezembro/20 teve baixa de 105 pontos, valendo 107,35 cents/lbp e março/21 encerra com desvalorização de 95 pontos, valendo 109,40 cents/lbp. 

"Os preços do café na sexta-feira se estabilizaram, com o café arábica caindo para uma baixa de 3-1 / 2 mês e o café robusta subindo para uma alta de duas semanas", destacou o site internacional Barchart em sua análise diária. Ainda segundo análise, os preços do café arábica na sexta-feira caíram pela quarta sessão consecutiva com sinais de forte oferta global de café. 

"O Rabobank elevou na quinta-feira sua previsão de superávit de café para 2019/20 para 2,6 milhões de sacas de 1,6 milhão de sacas e para 2020/21 para 7,6 milhões de sacas de 5,6 milhões de sacas, citando o impacto negativo dos bloqueios pandêmicos no consumo de café", comenta. 

No Brasil, o mercado físico encerra a semana com movimentações mistas nas principais praças produtoras do país. 

O tipo 6 duro teve queda de 0,86% em Guaxupé/MG, valendo R$ 577,00. Poços de Caldas/MG registrou alta de 0,88%, negociado por R$ 575,00. Patrocínio/MG registrou baixa de 0,87%, negociado por R$ 570,00. Araguarí/MG registrou queda de 1,67%, valendo R$ 590,00 e Varginha/MG teve a baixa mais expressiva, de 2,52% e negociada por R$ 580,00.

O tipo 4/5 teve queda de 3,31% em Varginha/MG, valendo R$ 585,00. Poços de Caldas/MG registrou alta de 0,86%, negociado por R$ 585,00. Franca/SP manteve a estabilidade por R$ 600,00.

O tipo cereja descascado teve queda de 0,78% em Guaxupé/MG, negociado por R$ 635,00. Poços de Caldas/MG registrou alta de 0,78%, negociado por R$ 645,00. Patrocínio/MG registrou queda de 0,80%, valendo R$ 620,00 e Varginha/MG teve valorização de 0,80%, negociado por R$ 630,00.

>>> Veja mais cotações aqui

Tags:
Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário