Café abre com desvalorização em Nova York e em Londres, devolvendo parte dos ganhos dos últimos dias

Publicado em 26/02/2021 08:45 1144 exibições

LOGO nalogo

O mercado futuro do café arábica abriu o pregão desta semana com desvalorização para os principais contratos na Bolsa de Nova York (ICE Future US). Na Bolsa de Londres, o cenário é o mesmo para o café conilon e os contratos também abriram o dia com baixas. 

Por volta das 08h40 (horário de Brasília), maio/21 registrava queda de 235 pontos, valendo 137,70 cents/lbp, julho/21 tinha queda de 245 pontos, negociado por 139,40 cents/lbp, setembro/21 tinha baixa de 245 pontos, valendo 141,05 cents/lbp e dezembro/21 era negociado com baixa de 240 pontos, valendo 142,50 cents/lbp. 

Em Londres, o conilon registrava queda de US$ 11 por tonelada no contrato maio/21, negociado por US$ 1465, julho/21 tinha baixa de US$ 11 por tonelada, valendo US$ 1484, setembro/21 registrava queda de US$ 10 por tonelada, valendo US$ 1500 e novembro/21 registrava baixa de US$ 12 por tonelada, valendo US$ 1512.

Os contratos voltam a cair depois de uma semana de intensa valorização para o café. A movimentação já era esperada por analistas, levando em consideração que os preços subiram expressivamente em uma janela muito curta de tempo. Desde a semana passada o café opera com apoio de uma oferta mais restrita do Brasil, em um momento em que o setor tem certo otimismo em relação à demanda nos Estados Unidos e na Inglaterra, com o avanço da vacinação contra a Covid-19. 

Por outro lado, mesmo com preços acima dos 130 centavos de dólar por libra-peso, o produtor segue cauteloso esperando a safra desenvolver para saber de fato o tamanho da quebra para o arábica. Números da Conab apontam para uma redução entre 32% e 39% na na safra brasileira, considerando o ano de ciclo baixo e também os impactos climáticos. 

Mercado Interno - Última sessão

O tipo 6 bebida dura bica corrida teve alta de 3,09% em Poços de Caldas/MG, valendo R$ 735,00, Guaxupé/MG teve alta de 2,66%, valendo R$ 772,00, Patrocínio/MG registrou valorização de 1,41%, negociado por R$ 720,00, Campos Gerais/MG teve valorização de 2,94%, valendo R$ 770,00 e Franca/SP encerrou com valorização de 2,63%¨, valendo R$ 780,00.

O tipo cereja descascado teve alta de 2,52% em Guaxupé/MG, valendo R$ 815,00, Poços de Caldas/MG registrou valorização de 2,85%, negociado por R$ 795,00, Patrocínio/MG registrou alta de 1,32%, valendo R$ 770,00, Varginha/MG registrou valorização de 1,25%, valendo R$ 810,00 e Campos Gerais/MG registrou valorização de 2,72%, negociado por R$ 830,00.

>>> Veja mais cotações aqui

Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário