Café: Nova York e Londres começam pregão de olho no BR, dólar e com leves altas

Publicado em 11/03/2021 09:01 110 exibições

LOGO nalogo

O mercado futuro do café arábica abriu o pregão desta quinta-feira (11) com leves altas para os principais contratos na Bolsa de Nova York (ICE Future US).

O mercado segue dando continuidade ao movimento de altas técnicas, já observado no último pregão quando as cotações encerraram com valorização de 45 pontos no exterior. Em Londres, o café tipo conilon também abriu no positivo. A tendência é que operadores sigam acompanhando as condições do tempo nas lavouras Brasileiras  e principalmente o mercado cambial, que vem colaborando para a volatilidade no mercado de café.                                                             

Por volta das 08h49 (horário de Brasília), maio/21 tinha alta de 115 pontos, negociado por 132 cents/lbp, julho/21 registrava valorização de 105 pontos, negociado por 133,90 cents/lbp, setembro/21 subia 110 pontos, valendo 135,80 cents/lbp e dezembro/21 registrava valorização de 110 pontos, valendo 137,80 cents/lbp. 

Na Bolsa de Londres, o café tipo conilon também abriu com valorização técnica. Maio/21 tinha valorização de US$ 7 por tonelada, valendo US$ 1417, julho/21 registrava valorização de US$ 7 por tonelada, negociado por US$ 1440, setembro/21 operava com alta de US$ 5 por tonelada, valendo US$ 1457 e novembro/21 tinha valorização de US$ 11 por tonelada, valendo US$ 1480. 

Mercado Interno - Última sessão 

No Brasil, o dia foi de estabilidade nas principais praças produtoras do país. "O mercado físico brasileiro travou, ficou praticamente paralisado, sem vendedores nas bases mais baixas oferecidas pelos compradores. Os produtores ficaram fora do mercado, aguardando preços melhores", destacou a última análise do Escritório Carvalhaes. 

O tipo 6 bebida dura bica corrida teve queda de 1,38% em Poços de Caldas/MG, negociado por R$ 715,00, Varginha/MG teve baixa de 1,28%, valendo R$ 770,00 e Franca/SP registrou baixa de 1,30%, valendo R$ 760,00. Guaxupé/MG manteve a estabilidade por R$ 767,00, Patrocínio/MG por R$ 770,00 e Araguarí/MG manteve a negociação por R$ 740,00.

O tipo cereja descascado teve queda de 1,27% em Poços de Caldas/MG, estabelecendo os preços por R$ 775,00 e Varginha/MG registrou queda de 1,18%, valendo R$ 840,00. Patrocínio/MG manteve a estabilidade por R$ 810,00 e Guaxupé/MG manteve o valor de R$ 820,00.

>>> Veja mais cotações aqui

Leia Mais:

+ Após dia de volatilidade, café arábica e conilon finalizam com leves altas; BR mantém estabilidade

+ ABIC divulga dados de consumo e perfil da indústria do café no Brasil

+ Procafé: Amarelão em plantas novas de café, por deficiência induzida, de ferro e manganês

+ Café: "Qualquer produção abaixo de 60 milhões de sacas é insuficiente", analisa Safras & Mercado

 

Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário