Semana começa com valorização para os principais contratos de café em Londres e NY

Publicado em 19/04/2021 09:18 230 exibições
Mercado de olho na Covid e na safra brasileira

LOGO nalogo

O mercado futuro do café arábica abriu o pregão desta segunda-feira (19) com valorização para os principais contratos na Bolsa de Nova York (ICE Future US). As cotações voltam a operar no positivo depois de encerrar a última semana com grande desvalorização no exterior. 

Por volta das 09h13 (horário de Brasília), maio/21 tinha alta de 140 pontos, valendo 130,55 cents/lbp, julho/21 registrava valorização de 150 pontos, negociado por 132,70 cents/lbp, setembro/21 registrava alta de 145 pontos, valendo 134,60 cents/lbp e dezembro/21 tinha alta de 145 pontos, valendo 137 cents/lbp. 

Em Londres, o café conilon também abriu a semana com valorização. Maio/21 tinha alta de US$ 6 por tonelada, valendo US$ 1360, julho/21 registrava valorização de US$ 7 por tonelada, valendo US$ 1387, setembro/21 tinha alta de US$ 7 por tonelada, valendo US$ 1404 e novembro/21 tinha alta de US$ 7 por tonelada, valendo US$ 1421.

O mercado segue atento à vacinação contra a Covid-19 em importantes polos consumidores, como por exemplo na Inglaterra e nos Estados Unidos, além de acompanhar notícias de novos casos de transmissão na Alemanha, outro importante consumidor de café.Além disso, a França recentemente estendeu um bloqueio nacional por quatro semanas para conter o recente aumento nas infecções por Covid.

Do lado oposto, operadores seguem de olho no desenvolvimento da safra brasileira. Segundo analistas ouvidos pelo Notícias Agrícolas, uma oferta mais restrita do Brasil tende a dar suporte de alta para os preços nos próximos meses. As chuvas nas principais regiões produtoras do país seguem abaixo do ideal e o mercado também já volta as atenções para as chances de geadas com a aproximação do inverno brasileiro. 

Mercado Interno - Última sessão

O tipo 6 bebida dura bica corrida teve queda de 2,4% em Guaxupé/MG, negociado por R$ 758,00, Poços de Caldas/MG registrou queda de 0,41%, valendo R$ 720,00, Patrocínio/MG teve baixa de 2,74%, negociado por R$ 710,00, Campos Gerais/MG teve baixa de 2,93%, negociado por R$ 762,00, Varginha/MG recuou 0,65%, negociado por R$ 770,00 e Campos Gerais/MG teve queda de 2,93%, estabelecendo os preços por R$ 762,00.

O tipo cereja descascado teve baixa de 2,44% em Guaxupé/MG, valendo R$ 800,00, Patrocínio/MG teve queda de 2,63%, negociado por R$ 740,00, Varginha/Mg registrou baixa de 1,23%, valendo R$ 800,00, Campos Gerais/MG registrou baixa de 2,72%, negociado por R$ 822,00 e Poços de Caldas/MG encerrou com baixa de 0,39%, valendo R$ 765,00.

>>> Veja mais cotações aqui

Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário