Café arábica volta a subir de forma expressiva em NY: Preocupação com o rendimento da safra brasileira

Publicado em 26/04/2021 12:17 1211 exibições
Baixo volume de chuvas pode impactar diretamente na reta final da granação do grão

LOGO nalogo

As preocupações com a safra brasileira aumentam a cada dia e refletem novamente nas negociações do mercado futuro. Após inicar a semana com leves altas, o café arábica, na Bolsa de Nova York (ICE Future US), voltou a subir mais de 300 pontos nesta segunda-feira (26). 

Por volta das 12h09 (horário de Brasília), julho/21 tinha valorização de 380 pontos, negociado por 142,40 cents/lbp, setembro/21 tinha alta de 95 pontos, valendo 144,35 cents/lbp, dezembro/21 tinha alta de 375 pontos, valendo 146,50 cents/lbp e março/22 tinha valorização de 360 pontos, valendo 148,25 cents/lbp.

De acordo com Haroldo Bonfá, analista da Pharos Consultoria, o mercado segue refletindo as condições do baixo volume de chuva no Brasil. "Hoje o clima ainda preocupa muito e assusta porque essas condições, na fase final da granação, o grão pode ficar menor. Ou seja, para uma saca de 60kg vai precisar de mais grãos, afetando diretamente no rendimento do café", acrescenta. 

Além disso, vale lembrar, o mercado daqui pra frente se torna cada vez mais climático, na medida em que as baixas temperaturas se tornam mais frequentes com a aproximação do inverno brasileiro.

Tags:
Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário