Café: Mercado tem dia de volatilidade e encerra com baixas após previsão de retorno da umidade

Publicado em 03/05/2021 18:28 e atualizado em 03/05/2021 19:11 309 exibições
Previsão americana indica que fim do La Niña vai reduzir seca no Brasil

LOGO nalogo

Depois de mais um dia com bastante volatilidade, o mercado futuro do café arábica encerrou o primeiro pregão da semana com quedas para os principais contratos na Bolsa de Nova York (ICE Future US). Os contratos chegaram a registrar variações positivas, mas fecham o primeiro pregão de maio com baixas. 
Julho/21 teve queda de 120 pontos, valendo 140,25 cents/lbp, setembro/21 teve baixa de 125 pontos, negociado por 142,15 cents/lbp, dezembro/21 teve queda de 115 pontos, valendo 144,60 cents/lbp e março/22 encerrou com baixa de 115 pontos, negociado por 146,60 cents/lbp. 
De acordo com análise do site internacional Barchart, o  café arábica caiu nesta segunda-feira depois que o Centro de Previsão do Clima dos EUA disse que o atual padrão climático La Niña está diminuindo e desaparecerá durante o verão, o que deve aumentar as chances de precipitação e reduzir as preocupações com a seca nas Américas do Sul e do Norte.

 

"Um resultado negativo para o arábica foi a projeção da Federação Colombiana de Cafeicultores da última quinta-feira para a produção estável de café colombiano de 14 milhões de sacas em 2021, o que amenizou algumas preocupações com a produção global de café", voltou a destacar a publicação. 

 

No Brasil, o mercado físico acompanhou o exterior e também encerrou com baixas nas principais praças produtoras do país. 

 

O tipo 6 bebida dura bica corrida teve queda de 1,24% em Guaxupé/MG, negociado por R$ 797,00, Poços de Caldas/MG teve queda de 0,89%, valendo R$ 780,00, Patrocínio/MG teve queda de 0,635, valendo R$ 790,00, Varginha/MG teve desvalorização de 1,23%, valendo R$ 805,00 e Campos Gerais/MG registrou baixa de 1,23%, negociado por R$ 802,00.

 

O tipo cereja descascado teve queda de 1,18% em Guaxupé/MG, negociado por R$ 840,00, Poços de Caldas/MG teve queda de 0,84%, negociado por R$ 825,00, Patrocínio/MG teve baixa de 0,61%, valendo R$ 820,00, Varginha/MG teve queda de 1,76%, valendo R$ 835,00 e Campos Gerais/MG teve baixa de 1,15%, valendo R$ 862,00.
Tags:
Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário