Café abre pregão com explosão de preços na Bolsa de Nova York e em Londres

Publicado em 18/05/2021 09:20 e atualizado em 18/05/2021 10:54 2383 exibições
Cotações impulsionadas pela seca, Colômbia e avanço da vacinação

LOGO nalogo

O mercado futuro do café arábica abriu o pregão desta terça-feira (18) com os preços explodindo na Bolsa de Nova York (ICE Future US). Os principais contratos subiam mais de 700 pontos volta das 09h15 (horário de Brasília). 

Julho/21 tinha alta de 710 pontos, negociado por 152,85 cents/lbp, setembro/21 tinha alta de 705 pontos, negociado por 154,80 cents/lbp, dezembro/21 subia 700 pontos, valendo 157,40 cents/lbp e março/22 tinha alta de 675 pontos, negociado por 159,40 cents/lbp. 

As cotações voltam a subir diante da quebra da safra brasileira e os problemas de embarques na Colômbia, que seguem preocupando o mercado. "O fornecimento de café não está chegando aos portos e as exportações foram interrompidas na Colômbia por causa de bloqueios de estradas em todo o país e protestos contra um projeto de reforma tributária", destacou a análise internacional do Barchart na última sessão. 

Na Bolsa de Londres, o café conilon também abriu o dia com expressiva valorização. Julho/21 tinha alta de US$ 48 por tonelada, valendo US$ 1507, setembro/21 registrava valorização de US$ 49 por tonelada, negociado por US$ 1533, novembro/21 tinha alta de US$ 47 por tonelada, valendo US$ 1549 e janeiro/22 tinha valorização de US$ 50 por tonelada, negociado por US$ 1565.

O analista de mercado, Haroldo Bonfá, da Pharos Consultoria, afirma que além da seca no Brasil, o avanço da vacinação na Inglaterra também volta a dar suporte aos preços nesta terça-feira. "O alto volume de vacinação na Europa, inclusive com aberturas na Inglaterra. A forte estiagem no Brasil e o começo não tão promissor da safra do arábica", comenta. 

 

Tags:
Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário