Café: Mercado limita ganhos e NY e Londres operam com variações técnicas

Publicado em 25/05/2021 11:41
Preço chegou a subir mais de 200 pontos, mas recuou ainda no período da manhã

LOGO nalogo

Após abrir o pregão com valorização acima de 200 pontos, o mercado opera agora com leves altas no pregão desta terça-feira (25) na Bolsa de Nova York (ICE Future US). 

Por volta das 11h37 (horário de Brasília), julho/21 tinha alta de 75 pontos, negociado por 149,80 cents/lbp, setembro/21 registrava valorização de 65 pontos, negociado por 151,65 cents/lbp, dezembro/21 tinha alta de 30 pontos, valendo 154 cents/lbp e março/22 tinha alta de 60 pontos, valendo 156,65 cents/lbp. 

Em Londres, o café tipo conilon também opera com altas técnicas. Julho/21 tinha alta de US$ 11 por tonelada, valendo US$ 1489, setembro/21 tinha alta de US$ 9 por tonelada, valendo US$ 1513, novembro/21 tinha alta de US$ 8 por tonelada, negociado por US$ 1529 e janeiro/22 registrava alta de US$ 18 por tonelada, valendo US$ 1551.

+ Produção de café nacional deve ficar em 49 milhões de sacas, estima Conab

"Os fundamentos do mercado de café continuam bastante sólidos e apontando para preços em alta. Clima seco, quente, com chuvas insuficientes, bem abaixo das médias históricas nestes primeiros meses de 2021 nas regiões produtoras de café no Brasil, já naturalmente em ano de safra baixa; os reservatórios das hidrelétricas das regiões Sudeste e Centro-Oeste terminam o período de chuvas deste ano no menor nível desde 2015", destacou Eduardo Carvalhaes

Também neste horário, o dólar tinha queda de 0,28% e era negociado por R$ 5,31. O dólar em queda pode dar suporte aos preços em Nova York. "O dólar trabalhava em queda contra o real na manhã desta terça-feira, acompanhando o apetite por risco internacional em meio à redução dos temores sobre um aperto monetário precoce nos Estados Unidos, enquanto, no cenário doméstico, os olhares se voltavam para os novos depoimentos à CPI da Covid e para a agenda de reformas do governo", destacou a análise da agência Reuters. 

 

Tags:
Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário