Após boletim da Conab, café tem dia de valorização em Nova e em Londres nesta 3ª feira

Publicado em 25/05/2021 16:26 e atualizado em 25/05/2021 17:01

LOGO nalogo

O mercado futuro do café arábica encerrou as cotações desta terça-feira (25) com valorização para os principais contratos na Bolsa de Nova York (ICE Future US). 

Julho/21 teve alta de 150 pontos, negociado por 150,50 cents/lbp, setembro/21 encerrou com valorização de 145 pontos, valendo 152,45 cents/lbp, dezembro/21 subiu 150 pontos, valendo 155,20 cents/lbp e março/22 teve alta de 150 pontos, valendo 157,55 cents/lbp. 

Em Londres, o café tipo conilon também teve um dia de leves altas. Julho/21 registrou alta de US$ 10 por tonelada, valendo US$ 1488, setembro/21 subiu US$ 8 por tonelada, valendo US4 1512, novembro/21 teve alta de US$ 8 por tonelada, negociado por US$ 1529 e janeiro/22 encerrou valendo US$ 1541, também com valorização de US$ 8 por tonelada. 

Os preços tiveram suporte na estimativa de safra divulgada nesta terça-feira no 2º Levantamento a Safra 21 de café pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), que apontou que a safra em andamento não deve ultrapassar 49 milhões de sacas. Em relação com o ciclo anterior, a expectativa de quebra sinaliza uma redução de 22,6%. Ainda de acordo com a Conab, a área estimada para esta produção também deve apresentar redução em relação a 2020 e atualmente está em 1,8 milhão de hectares, 3,2% menor que a temporada anterior.

Leia Mais:

+ Produção de café nacional deve ficar em 49 milhões de sacas, estima Conab

De acordo com boletim, a produção do café arábica está estimada em 33,4 milhões de sacas, uma diminuição de 31,5% em comparação ao volume produzido na safra passada. Já a do conilon deve chegar a 15,4 milhões de sacas, um incremento de 7,9% em relação ao resultado obtido em 2020.

No Brasil, o mercado acompanhou o exterior e encerrou com leves altas em algumas praças produtoras. 

O tipo 6 bebida dura bica corrida teve alta de 0,58% em Guaxupé/MG, negociado por R$ 862,00, Poços de Caldas/MG teve alta de 0,61%, negociado por R$ 820,00, Varginha/MG teve alta de 0,58%, negociado por R$ 865,00 e Campos Gerais/MG encerrou com valorização de 1,77%, negociado por R$ 861,00. Patrocínio/MG encerrou com estabilidade valendo R$ 840,00, Araguarí/MG por R$ 850,00 e Franca/SP por R$ 845,00.

O tipo cereja descascado teve alta de 0,55% em Guaxupé/MG, negociado por R$ 913,00, Poços de Caldas/MG teve alta de 1,18%, valendo R$ 860,00, Varginha/MG teve alta de 0,55%, negociado por R$ 915,00 e Campos Gerais/MG registrou alta de 1,66%, valendo R$ 921,00. Patrocínio/MG manteve a estabilidade por R$ 870,00.

>>> Veja mais cotações aqui

+ Produtores de café do Brasil tentam renegociar contratos diante de quebra de safra

+ Epamig foca em pesquisas de produtividade e qualidade do café

+ Maior produtor de café do mundo: Brasil possui 12 indicações geográficas do grão

Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário