Café: Arábica sustenta altas em Nova York, mas Londres passa a operar com variações técnicas

Publicado em 02/06/2021 12:06 312 exibições
Julho/21 registra alta de 70 pontos, negociado por 161,75 cents/lbp

LOGO nalogo

O mercado futuro do café arábica segue operando com valorização nas principais referências na Bolsa de Nova York (ICE Future US). Segundo analistas ouvidos pelo Notícias Agrícolas, o cenário segue sendo de preços firmes para o café. A quebra de safra no Brasil e os problemas na Colômbia seguem dando suporte de alta nas cotações.  No último pregão o presidente do grupo de cafeicultores da Colômbia (FNC) disse que cerca de 500 caminhões de café chegaram ao principal centro de embarque da Colômbia em Buenaventura. ,

Em vídeo enviado ao Notícias Agrícolas, o porta-voz afirmou que ainda que os embarques sejam retomados, as exportações de café devem levar cerca de três ou quatro meses para normalizar. "O mais complexo é a reputação da Colômbia. Esse café que não se pode exportar não chega às indústrias, que precisam desse produto e devem comprar de outras origens para atender o consumidor final", comenta. 

Leia Mais:

+ Com crise humanitária instalada na Colômbia, embarques de café podem demorar mais de quatro meses para se resolver, comenta FNC

Às 11h59 (horário de Brasília), julho/21 tinha alta de 70 pontos, negociado por 161,75 cents/lbp, setembro/21 registrava valorização de 75 pontos, valendo 163,80 cents/lbp, dezembro/21 tinha alta de 75 pontos, valendo 166,55 cents/lbp e março/22 registrava alta de 105 pontos, valendo 169,30 cents/lbp. 

Em Londres, o café tipo conilon passou a operar com variações técnicas. Julho/21 tinha queda de US$ 1 por tonelada, valendo US$ 1590, setembro/21 tinha alta de US$ 4 por tonelada, valendo US$ 1615, novembro/21 tinha valorização de US$ 2 por tonelada, valendo US$ 1633, janeiro/22 registrava alta de US$ 4 por tonelada, valendo US$ 1646 e março/22 registrava alta de US$ 3 por tonelada, valendo US$ 1656.

 

Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário