Café: Consultoria aponta 43% da safra vendida e pressiona preços em Nova York

Publicado em 11/06/2021 13:19 324 exibições

LOGO nalogo

O mercado futuro do café arábica segue operando com variações técnicas para os principais contratos na Bolsa de Nova York (ICE Future US). "Os preços do café arábica hoje sofreram pressão para baixo do relatório de hoje da Safras & Mercado de que as vendas de café arábica do Brasil em 2021/22 foram 43% concluídas em 8 de junho, o que é mais rápido do que o número comparável do ano passado de 37% e a média de 5 anos de 27%", destacou a análise do site Barchart. 

Por volta das 13h15 (horário de Brasília), julho/21 tinha queda de 105 pontos, valendo 157,65 cents/lbp, setembro/21 tinha queda de 100 pontos, valendo 159,65 cents/lbp, dezembro/21 tinha baixa de 110 pontos, valendo 162,55 cents/lbp e março/22 tinha baixa de 115 pontos, valendo 165,20 cents/lbp. 

Em Londres, o café tipo conilon opera com leves altas. Julho/21 tinha alta de US$ 4 por tonelada, valendo US$ 1589, setembro/21 tinha alta de US$ 5 por tonelada, valendo US$ 1616, novembro/21 registrava alta de US$ 5 por tonelada, negociado por US$ 1635 e janeiro/22 tinha alta de US$ 8 por tonelada, valendo US$ 1653.

Do lado positivo para os preços, durante o último pregão, a Safras & Mercado na quinta-feira projetou que a oferta total de café do Brasil 2021/22 cairá -16% para 62,3 milhões de sacas e que as exportações de café do Brasil 2021/22 cairão -18% para 38,35 milhões de sacas.

 

Tags:
Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário