Café: Arábica volta a subir na Bolsa de Nova York; Londres mantém estabilidade

Publicado em 29/11/2021 08:54 1151 exibições
Março/22 com alta de 230 pontos, negociado por 245,25 cents/lbp

Logotipo Notícias Agrícolas

O mercado futuro do café arábica abriu a semana com valorização para os principais contratos na Bolsa de Nova York (ICE Future US). No último pregão, as cotações registram forte recuo para os preços, em um dia marcado por desvalorização nas principais commodities agrícolas. + Minasul: Com incertezas na safra do Brasil, preço do café deve seguir com tendência de alta, pelo menos, até o primeiro semestre de 2022

No Brasil, analistas seguem indicando que o cenário é de preços firmes para o café até, pelo menos, o primeiro semestre de 2022. A quebra da safra brasileira aumenta a preocupação a cada dia e traz um novo patamar de preços para o café. 

Por volta das 08h48 (horário de Brasília), março/22 tinha alta de 230 pontos, negociado por 245,25 cents/lbp, maio/22 tinha alta de 225 pontos, negociado por 244,40 cents/lbp, julho/22 tinha alta de 215 pontos, valendo 243,50 cents/lbp e setembro/22 tinha alta de 230 pontos, valendo 242,80 cents/lbp. 

Na Bolsa de Londres, o café tipo conilon operava com leves altas. A colheita no Vietnã limita as variações para o conilon. Março/22 tinha alta de US$ 5 por tonelada, valendo US$ 2242, maio/22 tinha alta de US$ 8 por tonelada, cotado a US$ 2210, julho/22 tinha valorização de US$ 6 por tonelada, valendo US$ 2205 e setembro/22 tinha alta de US$ 5 por tonelada, valendo US$ 2199. 

Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário