Café: Exportação global em queda e condição de chuva no Brasil dão suporte e café volta a subir mais de 3%

Publicado em 03/12/2021 12:45 496 exibições

Logotipo Notícias Agrícolas

O mercado futuro do café arábica voltou a subir mais de 3% no pregão desta sexta-feira (3) na Bolsa de Nova York (ICE Future US). De acordo com analistas ouvidos pelo Notícias Agrícolas, a valorização, mais uma vez, é motivada pela quebra na produção global de café.

De acordo com Haroldo Bonfá, analista da Pharos Consultoria, apesar do retorno das chuvas, elas continuam irregulares e aumentam a preocupação dos operadores na Bolsa. Além disso, a Organização Internacional do Café (OIC) informou que as exportações globais de café de outubro caíram -4,4%- para 9,68 milhões de sacas, aumentando ainda mais a preocupação com a oferta global do grão. 

Por volta das 12h36 (horário de Brasília), março/22 tinha alta de 765 pontos, negociado por 244,15 cents/lbp, maio/22 tinha alta de 730 pontos, valendo 243,10 cents/lbp, julho/22 tinha alta de 685 pontos, valendo 241,75 cents/lbp e setembro/22 tinha alta de 635 pontos, valendo 240,10 cents/lbp. 

Na Bolsa de Londres, o café tipo conilon avançava 2,83% neste mesmo horário. Março/22 tinha alta de US$ 40 por tonelada, valendo US$ 2305, maio/22 tinha valorização de US$ 35 por tonelada, cotado a US$ 2277, julho/22 tinha alta de US$ 33 por tonelada, valendo US$ 2273. 

 

Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário