Café: Produção mais baixa e chance de demanda aquecida voltam ao radar e arábica sobe mais de 2%

Publicado em 06/12/2021 13:31 1165 exibições

Logotipo Notícias Agrícolas

O mercado futuro do café arábica voltou a subir mais de 2% no pregão desta segunda-feira (6) na Bolsa de Nova York (ICE Future US). As cotações voltam a subir com suporte na quebra de oferta do grão. Apesar de ainda não ser possível quantificar o tamanho do impacto para safra 22 do Brasil, o mercado segue atento ao desenvolvimento da safra. 

Segundo Haroldo Bonfá, além disso, a visão mais positiva para o consumo também volta a dar suporte aos preços. "Além da nossa volatilidade de todos os dias, temos a notícia de que a nova variante pode não seja tão severa, o que pode aliviar as viagens e com isso aumentar o consumo mundial que já está bastante pressionando", acrescenta o analista. 

Por volta das 13h27 (horário de Brasília), março/22 tinha alta de 510 pontos, negociado por 248,45 cents/lbp, maio/22 tinha alta de 500 pontos, negociado por 247,40 cents/lbp, julho/22 tinha alta de 455 pontos, valendo 245,60 cents/lbp e setembro/22 tinha alta de 415 pontos, valendo 2043,70 cents/lbp. 

Na Bolsa de Londres, o café tipo conilon também voltou a subir após abrir com certa estabilidade. Março/22 tinha alta de US$ 19 por tonelada, valendo US$ 2318, maio/22 tinha alta de US$ 16 por tonelada, valendo US$ 2287, julho/22 tinha alta de US$ 18 por tonelada, valendo US$ 2284 e setembro/22 tinha queda de US$ 1 por tonelada, valendo US$ 2261. 

Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário