Café passa a operar com estabilidade em Londres e NY, ainda observando cenário Rússia X Ucrânia

Publicado em 25/02/2022 12:21
Maio/22 tinha sobe 15 pontos, negociado por 238,05 cents/lbp

Logotipo Notícias Agrícolas

Após abrir o dia em movimento de recuperação, o mercado futuro do café arábica passou a operar próximo da estabilidade para os principais contratos no pregão desta sexta-feira (25) na Bolsa de Nova York (ICE Future US). O mercado de café aguarda por notícias, depois de um dia com expressiva queda no pregão anterior. A tensão entre Rússia e Ucrânia assustou o mercado, que tem como principal preocupação a crise na logística, fertilizantes e no caso do café, também com o consumo da bebida. 

Por volta das 12h28 (horário de Brasília), maio/22 tinha alta de 15 pontos, negociado por 238,05 cents/lbp, julho/22 tinha queda de 15 pontos, cotado por US$ 236,75 cents/lbp, setembro/22 registrava baixa de 50 pontos, valendo 235,30 cents/lbp e dezembro/22 tinha desvalorização de 80 pontos, cotado por US$ 233,25 cents/lbp. 

Em Londres, o café tipo conilon também passou a operar sem grandes variações. Maio/22 tinha queda de US$ 8 por tonelada, valendo US$ 2171, julho/22 tinha desvalorização de US$ 8 por tonelada, cotado por US$ 2155, setembro/22 tinha baixa de US$ 4 por tonelada, negociado por US$ 2152 e novembro/22 tinha desvalorização de US$ 1 por tonelada, valendo US% 2153. 

Também neste horário, o dólar avançava 0,92% e era negociado por R$ 5,15 na venda. O dólar em alta tende a pressionar as cotações de café na bolsas. " O dólar saltava com força em relação ao real na manhã desta quinta-feira, acompanhando movimento internacional de busca por segurança após a Rússia lançar uma invasão em escala total contra a Ucrânia", destacou a agência de notícias Reuters. 

Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário