Em semana com previsão de frio, café abre segunda com valorização em NY e Londres

Publicado em 16/05/2022 08:49
Próximos dias serão marcados por monitoramento das condições climáticas

Logotipo Notícias Agrícolas

O mercado futuro do café arábica abriu o pregão desta segunda-feira (16) com valorização para os principais contratos na Bolsa de Nova York (ICE Future US). Operadores seguem acompanhado as previsões de frio mais intenso para o Brasil nos próximos dias. A semana será marcada por monitoramento da onda de frio que traz muita preocupação nas principais áreas de café do país.  

Por volta das 08h46 (horário de Brasília), julho/22 tinha alta de 315 pontos, negociado por 217,05 cents/lbp, setembro/22 tinha valorização de 340 pontos, cotado por 217,45 cents/lbp, dezembro/22 tinha alta de 325 pontos, valendo 217,10 cents/lbp e março/23 tinha valorização de 305 pontos, cotado por 216,25 cents/lbp. 

Na Bolsa de Londres, o café tipo conilon também abriu com valorização. Julho/22 tinha alta de US$ 21 por tonelada, negociado por US$ 2061, setembro/22 tinha alta de US$ 18 por tonelada, cotado por US$ 2061, novembro/22 tinha valorização de US$ 16 por tonelada, negociado por US$ 2056 e janeiro/23 tinha alta de US$ 16 por tonelada, valendo US$ 2053. 

MERCADO INTERNO - ÚLTIMA SESSÃO

O tipo 6 bebida dura bica corrida teve queda de 2,31% em Guaxupé/MG, negociado por R$ 1.270,00, Poços de Caldas/MG teve baixa de 1,54%, valendo R$ 1.280,00, Campos Gerais/MG teve baixa de 2,29%, cotado por R$ 1.280,00 e Franca/SP teve queda de 2,31%, negociado por R$ 1.270,00. 

O tipo cereja descascado teve queda de 2,22% em Guaxupé/MG, negociado por R$ 1.320,00, Poços de Caldas/MG teve queda de 1,42%, negociado por R$ 1.390,00 e Campos Gerais/MG registrou queda de 2,19%, cotado por R$ 1.340,00. 

Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário