Observando clima e sem novidades, café passa a operar apenas com ajustes técnicos

Publicado em 19/05/2022 12:17
Frio continua no radar, mas mercado tem dia mais tranquilo

Logotipo Notícias Agrícolas

Sem grandes novidades e acompanhando a atuação da massa de ar frio no Brasil, o mercado futuro do café arábica passou a operar apenas com ajustes técnicos no pregão desta quinta-feira (19) na Bolsa de Nova York (ICE Future US). 

De acordo com as previsões mais recentes do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a massa de ar frio vai perder força só a partir de sábado, e até lá o cenário segue sendo de alerta para risco de geada em áreas cafeeiras no Brasil. 

Por volta das 12h12 (horário de Brasília), julho/22 tinha alta de 15 pontos, negociado por 217,95 cents/lbp, setembro/22 tinha valorização de 45 pontos, cotado por 218,15 cents/lbp, dezembro/22 tinha alta de 5 pontos, valendo 217,50 cents/lbp e março/23 tinha queda de 95 pontos, valendo 216,65 cents/lbp. 

Na Bolsa de Londres, o café tipo conilon também opera próximo da estabilidade. Julho/22 tinha queda de US$ 4 por tonelada, valendo US$ 2058, setembro/22 tinha desvalorização de US$ 4 por tonelada, negociado por US$ 2060, novembro/22 tinha queda de US$ 6 por tonelada, valendo US$ 2057 e janeiro/23 tinha desvalorização de US$ 13 por tonelada, valendo US$ 2047.

Também neste horário, o dólar registrava queda de 0,95% e era negociado por R$ 4,94 na venda. "O dólar tinha queda contra o real nesta quinta-feira, alinhando-se a movimento internacional de recuperação de moedas arriscadas depois de uma forte onda de vendas na véspera, quando temores sobre inflação, aperto monetário e possível desaceleração econômica aumentaram a busca por segurança", destaca a agência Reuters. 

 

 

 

Tags:
Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário