Mantendo a volatilidade, café em Nova York volta a recuar mais de 200 pontos

Publicado em 27/06/2022 12:42
Em Londres, condição continua sendo de estabilidade para o conilon

Logotipo Notícias Agrícolas

O mercado futuro do café arábica, depois de abrir com valorização, voltou a operar com baixa nas principais referências no pregão desta segunda-feira (27) na Bolsa de Nova York (ICE Future US). O setor cafeeiro segue acompanhando a evolução da colheita no Brasil, volume dos estoques certificados, assim como os fatores externos como guerra e covid-19 que devem manter a volatilidade acentuada para o café. 

A colheita nas principais áreas de produção do Brasil está atrasada em relação aos últimos anos, consequência das condições climáticas adversas enfrentadas pelo produtor nos últimos dois anos. O tempo seco no Brasil, favorecendo o avanço dos trabalhos no campo, podem ajudar a pressionar as cotações nas bolsas. 

Por volta das 12h37 (horário de Brasília), setembro/22 tinha queda de 240 pontos, valendo 220,85 cents/lbp, dezembro/22 tinha baixa de 210 pontos, cotado por 219,35 cents/lbp, março/23 tinha queda de 225 pontos, negociado por 217,25 cents/lbp e maio/23 tinha baixa de 195 pontos, cotado por 216,10 cents/lbp. 

Na Bolsa de Londres, o café tipo mantém as negociações perto da estabilidade. Setembro/22 tinha queda de US$ 5 por tonelada, negociado por US$ 2032, janeiro/23 tinha baixa de US$ 6 por tonelada, cotado por US$ 2018, março/23 tinha queda de US$ 1 por tonelada, negociado por US$ 2018 e maio/23 tinha baixa de US$ 2 por tonelada, negociado por US$ 2010. 

 

Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário