Após dias intensos, café tem ajustes nos preços e recua mais de 1% em NY

Publicado em 01/07/2022 12:09
Setembro/22 voltou a ser negociado abaixo de 230 cents/lbp

Logotipo Notícias Agrícolas

Depois de abrir o dia com valorização, o mercado futuro do café arábica voltou a operar com desvalorização e correção para os preços na Bolsa de Nova York (ICE Future US). O mercado realiza ajustes nos preços após ter uma semana marcada por valorização impulsionada pela queda dos estoques de café certificados na ICE, que agintiram o menor nível desde 1999. Na manhã desta sexta-feira (1º), o volume era de 887.431 mil sacas. 

Além disso, o setor acompanha a colheita no Brasil que está mais atrasada que nos anos anteriores e também conta com relatos de ter menos café do que era previsto anteriormente. 

Por volta das 12h01 (horário de Brasília), setembro/22 tinha queda de 485 pontos, negociado por 225,35 cents/lbp, dezembro/22 tinha baixa de 475 pontos, valendo 222,30 cents/lbp, março/23 tinha baixa de 495 pontos, cotado por 219,50 e maio/22 tinha queda de 510 pontos, negociado por US$ 217,30 cents/lbp. 

Na Bolsa de Londres, o café tipo conilon também opera com desvalorização. Setembro/22 tinha queda de US$ 17 por tonelada, valendo US$ 2016, novembro/22 tinha queda de US$ 15 por tonelada, valendo US$ 2016, janeiro/23 tinha baixa de US$ 11 por tonelada, cotado por US$ 2012 e março/23 tinha queda de US$ 8 por tonelada, negociado por US$ 2009. 

Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário