Plantio de café em Mato Grosso será a partir de setembro

Publicado em 02/06/2010 10:14 504 exibições
O plantio do café em Mato Grosso deve ocorrer entre 11 de setembro a 20 de novembro segundo determinação do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) no zoneamento agrícola de risco climáticos, que avalia as condições ideais de plantio da cultivar. O zoneamento apresenta ainda aos produtores recomendações de plantios e áreas para o cultivo. Atualmente, segundo dados do ministério, Mato Grosso possui a maior parte da área destinada a cafeicultura, com o café Robusta ou Conilon, fato que se deve às limitações climáticas de cultivo do café Arábica. Para este ano, segundo a Conab, a safra estimada é de 136 mil casas do produto beneficiado, sendo 125 mil de robusta e 11 mil de café arábica.

Segundo o ministério, os municípios aptos para o cultivo sequeiro do café Arábica são Alto Araguaia, Alto Garças, Alto Taquari, Cuiabá, Jaciara e Pedra Preta. O mesmo tipo de café, no cultivo irrigado, pode ser feito em Alto Taquari, Araguainha, Barra do Garças, Cáceres, Campo Verde, Chapada dos Guimarães, Jaciara, Nossa Senhora do Livramento, Nova Brasilândia, Ponte Branca, Pontes e Lacerda, Porto Esperidião, Porto Estrela, Primavera do Leste, Rosário Oeste, Santo Antônio do Leverger, Torixoréu e Vila Bela da Santíssima Trindade.

Para o plantio do café Robusta, no cultivo sequeiro, há várias áreas aptas segundo levantamento do Mapa. Na relação estão cidades como Alta Floresta, Apiacás, Araguainha, Aripuanã, Campo Verde, Carlinda, Chapada dos
Guimarães, Colíder, Colniza, Cotriguaçu, Cuiabá, Diamantino, Guarantã do Norte, Ipiranga do Norte, Itaúba, Marcelândia, Nova Santa Helena, Nova Ubiratã, Peixoto de Azevedo Primavera do Leste, Rondolândia, Santo Afonso, Sinop, Tabaporã, Tangará da Serra, Tapurah, Terra Nova do Norte, Tesouro e Torixoréu, além de outras.

Já no cultivo irrigado, também do café Robusta, estão catalogadas como aptas as cidades de Água Boa, Alto Boa Vista, Alto Paraguai, Apiacás, Araguaiana, Araputanga, Arenápolis, Aripuanã, Barão de Melgaço, Barra do Bugres, Barra do Garças, Cáceres, Colíder, Colniza, Comodoro, Confresa, Conquista D"oeste, Cotriguaçu, Cuiabá, Lucas do Rio Verde, Marcelândia, Matupá, Nova Mutum, Nova Santa Helena, Nova Ubiratã, Sinop, Sorriso, Tabaporã, Tangará da Serra, Tapurah, Terra Nova do Norte, Torixoréu, União do Sul, Vale de São Domingos, Várzea Grande, Vera, Vila Bela da Santíssima Trindade, Vila Rica e outras.

Além de Mato Grosso, o zoneamento para a produção da cultivar foi aprovado ainda em mais sete Estados.

Tags:
Fonte:
Só Notícias

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário