Café está 42% mais forte em 2010

Publicado em 29/06/2010 08:57 363 exibições
São poucas as commodities que ultrapassam o ouro em 2010, mas o café brilha mais que o metal precioso nos mercados financeiros e está no valor mais alto desde 1998.
Ultrapassar o desempenho do ouro nos mercados financeiros não é um luxo para todos, mas para o café o ano tem sido de forte subida. A matéria-prima que tem como principal produtor o Brasil, que espera exportar 31 milhões de sacas de café no que resta do ano, viu o seu preço crescer 42,55% desde que o ano começou, deixando para trás o forte brilho de mais de 30% de ganhos do ouro em 2010 e estabelecendo o valor mais alto dos últimos 12 anos (167 cêntimos de dólar), na passada sexta-feira.

Agora, são os gestores de hedge funds e grandes especuladores que tomam conta do café. Segundo os dados da US Commodity Futures Trading, a autoridade norte-americana para o mercado de contratos de futuros, os gestores e especuladores aumentaram as suas posições em mais de 28% na semana passada.

Açúcar: regressa o doce aos mercados

A outra matéria-prima agrícola que volta a brilhar é o açúcar. Depois de ter perdido mais de 40% do seu valor no mercado de futuros nos primeiros quatro meses do ano, através do contrato referência para o comércio do açúcar, nos últimos 60 dias a matéria-prima produzida especialmente no Brasil e Índia subiu mais de 25%.

Segundo a Bloomberg, a corretora londrina Czarnikow Group acredita que o mercado pode ter "escassez física de açúcar" no terceiro trimestre do ano, numa altura em que as companhias alimentares e as refinarias fazem um esforço para voltar a repôr stocks, aliviados anteriormente pelos elevados preços atingidos em 2009.

Tags:
Fonte:
Dinheiro Expresso

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário