Café: bolsas encerram a semana com balanço positivo

Publicado em 18/03/2011 17:40 e atualizado em 18/03/2011 19:30 788 exibições

As bolsas de café, acompanhando os mercados ao redor do mundo, abriram a semana em forte baixa, refletindo as preocupações globais com o terremoto e o tsunami de sexta-feira passada no Japão (com o fuso horário, o fechamento da ICE Futures US em Nova Iorque, na sexta passada, dia 11, já repercutiu as primeiras notícias sobre a tragédia japonesa) e a grave crise nuclear decorrente dos danos sofridos nos reatores da usina atômica de Fukushima.

Apesar das incertezas continuarem e até se agravarem, o sólido cenário nos fundamentos do mercado de café, fez com que já na quarta-feira as bolsas de café fechassem em alta, permanecendo assim ontem e hoje, dia 18, encerrando a semana com balanço positivo.

O mercado físico brasileiro, em plena entressafra, permaneceu praticamente paralisado, com compradores e vendedores se limitando a observar os desdobramentos da crise nuclear japonesa no mercado de café. Hoje, voltaram a aparecer ofertas nos mesmos níveis da semana anterior ao carnaval e alguns negócios foram fechados.

Cafés arábica mais fracos só encontram interessados com grandes deságios em relação aos de boa qualidade. Seus produtores não mostram interesse em vendê-los nas bases oferecidas, preferindo aguardar ofertas mais justas. Boa parte dos lotes de café que ainda restam em mãos de cafeicultores são desses arábicas inferiores.

Hoje, na cidade de São Paulo, será realizado o evento de celebração dos 20 anos da Illycaffè no Brasil e entrega do Prêmio Ernesto Illy de Qualidade do Café para Espresso.

Até o dia 17, os embarques de março estavam em 823.300 sacas de café arábica, 44.469 sacas de café conillon, somando 867.769 sacas de café verde, e 90.339 sacas de solúvel, contra 698.934 sacas no mesmo dia de janeiro. Até o dia 17, os pedidos de emissão de certificados de origem para embarque em março totalizavam 1.363.228 sacas, contra 1.346.641 sacas no mesmo dia do mês anterior.

A bolsa de Nova Iorque – ICE, do fechamento do dia 11, sexta-feira, até o fechamento de hoje, sexta-feira, dia 18, subiu nos contratos para entrega em maio próximo, 180 pontos ou US$ 2,39 (R$ 4,00) por saca. Em reais por saca, as cotações para entrega em maio próximo na ICE fecharam no dia 11 a R$ 604,36/saca e hoje, dia 18, a R$ 610,15/saca. Hoje, sexta-feira, nos contratos para entrega em maio, a bolsa de Nova Iorque fechou com alta de 530 pontos.

 

Tags:
Fonte:
Escritório Carvalhaes

0 comentário