Café: OIC estima redução nas exportações de arábica por conta de ciclo baixo no Brasil

Publicado em 31/03/2011 16:59 480 exibições
Segundo a OIC - Organização Internacional do Café - por conta do baixo ciclo da produção de café arábica no Brasil, as exportações do produto de qualidade serão menores. "Tivemos bons fluxos de arábica de qualidade durante os primeiros meses deste ano, mas deve ser difícil mantê-los durante o resto do ano-safra porque a temporada é de bienalidade baixa no Brasil", disse o presidente da organização, José Sette.

No Brasil, a previsão é da safra 11/12 de 43 milhões de sacas, cerca de 5 milhões de sacas menor. Colheitas fracas na Colômbia e na Indonésia também apertaram a oferta de arábica de qualidade neste ciclo.

Neste cenário, os analistas apostam em novas altas para os preços, com o café chegando novamente aos 400 cents por libra-peso.  

Quanto aos estoques mundiais, Sette afirma que não há perspectivas de uma recuperação expressiva nos próximos meses. "O que será colhido nos próximos 9 a 12 meses deve ser consumido. Os estoques continuarão em um nível muito baixo para os padrões históricos", diz o presidente da OIC.

Nova York - Nesta quinta-feira, os futuros do café arábica negociados na Bolsa de Nova York encerraram odia em alta. Os preços avançaram encontrando sustentação no recuo do dólar. Entretanto, as cotações ficaram  abaixo das máximas em anos observadas no início de março, uma vez que o mercado teve mais de quatro meses para digerir informações sobre a oferta apertada neste ano.

>> Veja como ficaram as cotações do CAFÉ

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário