Cafeicultores aproveitam bom preço e antecipam financiamentos

Publicado em 05/04/2011 08:24 300 exibições
Com o café na casa dos R$ 500, agricultores antecipam as dívidas. Número de novos financiamentos caiu em cooperativas de crédito.
Com o preço do café na casa dos R$ 500, muitos agricultores aproveitaram para antecipar o pagamento das dívidas.

No sul de Minas Gerais, a saca do principal produto agrícola não chegava a R$ 300. Hoje passa de R$ 500, por isso, quem ainda tem café, aproveita o momento para vender.

Foi o que fez o produtor Hugo Vilas Boas, de Guaxupé. Ele tinha guardado 15% da produção da última safra. Com o dinheiro da venda, ele pagou um empréstimo antes do vencimento.

Segundo o Ministério da Agricultura, os cafeicultores já anteciparam o pagamento de R$ 311 milhões contratados através de linhas de crédito do governo entre janeiro de 2010 e fevereiro de 2011. Esse valor corresponde a quase 10% de tudo o que os bancos reembolsaram ao Funcafé, o Fundo de Defesa da Economia Cafeeira. “Há mais de 10 anos não víamos esse cenário. O cafeicultor está com os pés no chão e cumprindo seus compromissos”, disse Manoel Bertoni, secretário de Produção e Agroenergia do Ministério da Agricultura.

Como a rentabilidade melhorou, o número de novos financiamentos caiu em uma cooperativa de crédito.

A valorização do café também reflete na compra de insumos. Em uma loja, a venda de fertilizantes e defensivos, cresceu, pelo menos, 15% entre janeiro e fevereiro deste ano, na comparação com o mesmo período de 2010.

O Ministério da Agricultura pretende viabilizar uma nova linha de crédito para os cafeicultores com cinco anos de prazo para o pagamento. A intenção é disponibilizar R$ 200 milhões, com limite de R$ 200 mil para cada produtor. A proposta da linha de crédito ainda vai passar pelo Conselho Monetário Nacional.

Tags:
Fonte:
Globo Rural

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário