Café: Frente a oferta restrita, mercado registra preços históricos em NY

Publicado em 02/05/2011 14:36 e atualizado em 02/05/2011 20:09 781 exibições
Os futuros do café negociados na Bolsa de Nova York atingiram a máxima em 14 anos nesta segunda-feira. O mercado rompeu a barreira dos 300 cents de dólar por libra-peso e registraram patamares históricos encerrando o dia com forte alta.

Pouco antes das 11h20 (horário de Brasília), o vencimento julho bateu os 307,20 cents, o maior nível desde 1997.  As cotações do arábica pegaram impulso nas preocupações com a disponibilidade do produto na próxima safra frente a uma oferta bastante restrita.

Os preços do café mais do que dobraram no último ano. O principal responsável pelas altas é o clima, que prejudicou três safras seguidas na Colômbia, um dos principais produtores mundiais da commodity.

Além disso, o Brasil, maior produtor mundial, enfrenta neste ano um ciclo de safra baixa, o que agrava ainda mais os temores sobre a oferta mundial de café e sobre uma possível superação da demanda. O fato acaba sendo um catalisador para a alta dos preços.

"Estamos em uma tendência positiva (de preços) e será preciso muito para mudar isso", explicou Alonso Tomas, trader da FCStone.

Veja como ficaram as cotações do CAFÉ
Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário