Trabalhadores nordestinos sofrem com o frio na colheita do café

Publicado em 08/07/2011 08:03 257 exibições
Antes das cinco da manhã, já tem gente acordada no alojamento da fazenda, em Cabo Verde. Hora de se arrumar para mais um dia de trabalho. No refeitório, os 90 apanhadores do estado de Alagoas se reúnem para tomar o café, a bebida quentinha, ajuda a esquentar.

E com o dia ainda amanhecendo, neblina por todo o lado, eles seguem para a lavoura. A paisagem não anima muito.

Enquanto lá em Alagoas, as temperaturas nessa época giram em torno de 20, 30 graus, no sul de Minas, os apanhadores têm que enfrentar um inverno mais rigoroso. Até geada eles já viram, não é nada fácil trabalhar com o tempo assim, mas mesmo diante das dificuldades, os nordestinos se mostram sempre bem-humorados e corajosos. Para eles, não tem frio, nem geada que atrapalhe a colheita.

Tags:
Fonte:
Globo Rural

0 comentário