Café cai em NY nesta quarta-feira em meio a incertezas e colheita

Publicado em 28/07/2011 07:51 281 exibições
Os preços futuros do café arábica registraram ontem a maior queda desde o dia 19 de julho na bolsa de Nova York. Os contratos para entrega em dezembro fecharam o dia a US$ 2,4555 por libra-peso, uma perda diária de 370 pontos ou 1,5%.

De acordo com o analista da Safras & Mercado, Diogo Medzdorff, o café foi influenciado pelo ambiente de incertezas no mercado financeiro. As preocupações com a Europa fizeram o dólar se valorizar, o que reduziu o apetite dos investidores pelas commodities.

Com quase três quartos da safra brasileira já colhida e a recomposição dos estoques, os fundamentos não ofereceram grande resistência à pressão baixista. As expectativas otimistas em relação à safra 2012/13 também foram levadas em conta.

Ontem, a Somar Meteorologia divulgou relatório de acordo com o qual o Brasil tem grande chance de colher uma produção recorde no ano que vem, graças ao clima favorável para o desenvolvimento das lavouras. Além disso, a próxima safra deverá ter produtividades mais elevadas por causa do ciclo bienal do café.

No mês, o preço do café registra queda de 7,55%, mas ainda acumula uma alta de 1,55% em 2011 em Nova York. Além disso, os preços médios praticados em julho são aproximadamente 55% mais altos do que os observados em igual período do ano passado. Analistas de mercado avaliam que, apesar do cenário favorável para a próxima safra, o equilíbrio global entre oferta e demanda ainda é delicado.

Tags:
Fonte:
Valor Econômico

0 comentário