Florada da próxima safra de café já está prejudicada na Mogiana

Publicado em 05/09/2011 17:53 450 exibições
O tempo começa a atrapalhar o desenvolvimento da próxima safra de café na região de Franca. A primeira florada, que deveria abrir agora, já está prejudicada.
 
Em uma propriedade de 20 hectares em Pedregulho, 20% dos pés de café foram queimados pela geada que ocorreu em junho. Os produtores não viam algo parecido havia 17 anos. “Aqui eu esperava colher 70 sacas por hectare, mas por causa do frio e da geada, acho que não vai nem a metade”, conta o produtor Caíque Ferreira.
 
Os cafeicultores da região da Alta Mogiana, maior produtora paulista de café, estão preocupados também porque há dois meses não chove na área. “Nos institutos de pesquisa não tem previsão de chuva significativa na primeira quinzena de setembro, o que nos preocupa demais”, afirma o produtor Luís Clóvis Gonzaga.
 
Ele conta ainda que desde as últimas safras, os problemas climáticos têm causados reflexos. “Nós tivemos ocorrências de geadas, estiagem no ano anterior que prejudicou a granação desta safra e a expectativa frustrada até o momento de uma safra excepcional para o ano que vem.”
 
Por causa da seca, a primeira florada dos cafezais, que normalmente ocorre no mês de agosto, está atrasada. Parte da produtividade da próxima safra está comprometida. “À medida que for demorando pra chover, a perda vai sendo cada vez maior. Hoje podemos considerar que a perda ainda não é geral, porém calcula-se que uns 10% já tenha sido comprometido” afirma o presidente do sindicato rural, Ely Bretini.
Tags:
Fonte:
EPTV

0 comentário