Rússia deve decidir fim do embargo na próxima semana, afirma Mendes Ribeiro

Publicado em 27/01/2012 14:19 664 exibições
O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Mendes Ribeiro Filho, disse nesta quinta, dia 26, que saiu otimista da reunião que teve, nesta semana, com a ministra da Agricultura da Rússia, Yelena Skrynnik, para tentar destravar o embargo à exportação de carne brasileira. A resposta do governo russo pode sair na semana que vem, segundo o ministro.

– Tudo o que o governo russo nos pediu nós atendemos. Agora estou esperando até terça para uma definição da ministra –, explicou Mendes Ribeiro antes de participar de um evento no Fórum Social Temático (FST), em Porto Alegre (RS).

Durante o encontro com Yelena Skrynnik, Ribeiro Filho afirmou ter explicado à autoridade russa que o serviço de inspeção dos frigoríficos brasileiros é federal, tornando injustificável o embargo feito a Estados – como o ocorrido com o Rio Grande do Sul (terra natal do ministro), além do Paraná e de Mato Grosso, embargados totalmente. O ministro não quis adiantar que contrapartidas o governo russo exigiu em resposta ao possível fim do embargo à carne brasileira.

– A pauta é bem extensa. Ainda estamos tratando de outras políticas, temos a questão de alguns impostos diferenciados, é uma grande negociação. A Rússia é um parceiro que temos que manter de todas as formas possíveis –, avaliou.

Ida a Porto Alegre tem como objetivo divulgar programa ABC

Mendes Ribeiro veio ao FST para apresentar o programa Agricultura de Baixo Carbono (ABC), lançado em 2010 para incentivar a redução das emissões de gases de efeito estufa no setor agropecuário. Com orçamento inicial de R$ 2 bilhões, o programa só atendeu três mil produtores.

Segundo o ministro, o programa ABC é a “menina dos olhos” da presidenta Dilma Rousseff e vai ajudar o Brasil a cumprir a meta de reduzir as emissões nacionais de 36,8% a 38,9% até 2020.

– Fizemos esse compromisso em 2009 e não podemos recuar. O Brasil está fazendo o dever de casa. A presidenta Dilma tem sido determinante quanto a isso: a agricultura é importante tanto quanto o meio ambiente, por isso minha integração com ministra Izabella Teixeira (ministra do Meio Ambiente) é permanente – completou.

Mendes disse ainda que o país deve continuar investindo na pesquisa de novas tecnologias no campo, por meio da Embrapa, e de outros órgãos, para garantir a produção de alimentos com qualidade, a preços baixos, ajudando assim, no combate à fome no mundo.

Tags:
Fonte:
Mapa + Agência Brasil

0 comentário