Suínos: Abipecs vê repetição do caso Rússia nos entraves com Argentina

Publicado em 13/04/2012 11:25 402 exibições
Na visão do presidente da Associação Brasileira da Indústria Produtora e Exportadora de Carne Suína (Abipecs), Pedro de Camargo Neto, as limitações da Argentina para a importação de carne suína brasileira podem se estender durante meses e ser uma repetição do caso Rússia.

As políticas governamentais da Argentina impedem o fim das restrições à venda de carne suína brasileira, apesar da falta de produto no país. Sendo assim, as cotas de 3 mil toneladas para importação a partir deste mês ainda não se materializou. "Nós estamos querendo 'virar a mesa', mas nada acontece. O nosso governo também tem que reagir, reclamar mais. Não pode deixar como está", afirmou Camargo Neto.

O principal problema, além do prejuízo na receita cambial, é o direcionamento da matéria-prima para o mercado interno. O excesso de oferta está acarretando quedas de preços e prejuízos ao suinocultor, principalmente no Estado do Rio Grande do Sul, principal fornecedor.

Tags:
Por:
Marília Pozzer
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário