Carne Bovina: Exportações do Brasil crescem mais de 10% no ano, diz Abiec

Publicado em 10/09/2014 15:21 e atualizado em 10/09/2014 16:13 700 exibições
Volume acumulado de janeiro a agosto é 10,43% maior do que no mesmo período de 2013

Líder do mercado mundial de carne bovina, o Brasil já ultrapassou a marca de um milhão de toneladas exportadas em 2014. De janeiro a agosto deste ano, o volume foi de 1,045 milhão de toneladas ante 946,5 mil toneladas do mesmo período de 2013, resultando em um aumento de 10,43%. Em faturamento, o ritmo de crescimento segue no mesmo patamar positivo. Nos oito primeiros meses de 2014, as exportações de carne bovina atingiram US$ 4,75 bilhões, um acréscimo de 13,78% referente ao ano passado, quando no mesmo período as exportações somavam US$ 4,1 bilhões.

Os números positivos devem-se especialmente pela demanda de Hong Kong e Rússia, que continuam liderando o ranking de mercados importadores de carne brasileira. “Com esses resultados, o Brasil consolida sua posição de maior fornecedor de carne bovina do mundo. O mercado contou com diversas notícias positivas neste ano, como o fim do embargo chinês e habilitação de novas plantas para exportação para Rússia, suspensão do embargo do Irã e Egito para carne do Mato Grosso. Essas iniciativas, entre outras, são resultado do intenso trabalho realizado durante o ano e oferecem uma perspectiva animadora para batermos recorde de exportação em 2014”, afirma o presidente da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne - ABIEC, Antônio Jorge Camardelli.

 

Posição

País

Faturamento US$
(Jan a ago/2014)

Volume em t
 (Jan a ago/2014)

1

HONG KONG

1.091.939.991,29

261.531,68

2

RÚSSIA

907.431.286,87

218.233,07

3

VENEZUELA

629.876.644,56

118.212,73

4

UNIÃO EUROPEIA

566.699.893,36

78.940,87

5

EGITO

314.974.619,22

90.558,41

6

IRÃ

249.162.247,04

55.215,42

7

CHILE

195.531.843,75

37.895,04

8

EUA

140.361.319,50

13.236,29

9

ANGOLA

69.587.873,31

23.092,13

10

ARGÉLIA

66.776.405,36

14.243,20

 

Rússia e Hong Kong, somados à Venezuela, também foram os destaques das exportações no mês de agosto, comparado com o mesmo mês de 2013. O mercado russo foi o maior destino das exportações no último mês de agosto com 33,8 mil toneladas (aumento de 5,7% comparado com agosto de 2013), o que resultou em um faturamento de US$ 147, 2 milhões – crescimento de 21% ante 2013, quando as exportações atingiram US$ 121 milhões.

 

 Posição

País

Faturamento US$ (ago/2014)

Volume em t
(ago/2014)

1

RÚSSIA

147.270.367,00

33.837,42

2

HONG KONG

139.644.925,00

32.151,80

3

VENEZUELA

103.207.595,00

19.371,00

4

UNIÃO EUROPEIA

87.788.836,00

11.899,64

5

CHILE

36.651.006,00

7.041,63

6

EGITO

30.752.529,00

8.192,86

7

EUA

17.521.500,00

1.573,19

8

IRÃ

8.680.047,00

2.008,21

9

ANGOLA

7.734.710,00

2.427,38

10

ARGÉLIA

6.931.835,00

1.494,52


A carne in natura foi a categoria mais representativa nas exportações em agosto com US$ 534 milhões em faturamento e 109, 4 mil toneladas. Mas vale destacar o aumento das exportações de tripas, que somou 5,2 mil toneladas em agosto de 2014, um aumento de 192% em relação ao mesmo período de 2013. Em faturamento, o crescimento atingiu 132% com US$ 21 milhões.

Posição

Categoria

Faturamento US$

Volume (toneladas)

1

In natura

534.134.831,00

109.434,07

2

Industrializada

51.222.399,00

8.129,3

3

Miúdos

32.818.597,00

10.862,42

4

Tripas

21.991.039,00

5.204,26

5

Salgadas

2.063.755,00

365,08

Sobre a ABIEC – www.abiec.com.br

Criada em 1979, a Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes (ABIEC) reúne 27 empresas do setor no país, responsáveis por 95% da carne negociada para mercados internacionais. Sua criação foi uma resposta à necessidade de uma atuação mais ativa no segmento de exportação de carne bovina no Brasil, por meio da defesa dos interesses do setor, ampliação dos esforços para redução de barreiras comerciais e promoção dos produtos nacionais. Atualmente, o Brasil produz 10,2 milhões de toneladas de carne bovina, 19,5% são negociados para dezenas de países em todo o mundo, seguindo os mais rigorosos padrões de qualidade. Na última década, o país registrou crescimento de 288% no valor de suas exportações, atingindo o recorde histórico de US$ 6,6 bilhões em faturamento em 2013 e consolidando a posição de maior exportador mundial de carne bovina.

 

Tags:
Fonte:
AI - Abiec

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário