Importações de carne pela China em abril aumentaram 6,9% , chegando a 922 mil toneladas

Publicado em 07/05/2021 14:04 119 exibições

LOGO REUTERS

A China importou 922.000 toneladas de carne em abril, um aumento de 6,9% em relação ao mesmo mês do ano anterior, mostraram dados alfandegários na sexta-feira, uma vez que o maior produtor mundial de carne suína continua enfrentando escassez doméstica.

+ Exportação de carne suína cresce cerca de 40% em abril/21 em relação a abril/20

+ Exportações de carne suína brasileira podem bater recorde em 2021

A produção de carne suína da China despencou após os surtos de peste suína africana desde 2018, estimulando uma forte demanda por importação de carne suína e outras carnes.

As importações foram apenas ligeiramente inferiores ao recorde de 1,02 milhão de toneladas que chegou em março, mostraram dados da Administração Geral das Alfândegas da China.

Os grandes embarques ocorreram mesmo com o aumento da produção de carne suína da China no primeiro trimestre, após intensos esforços para reabastecer e expandir as fazendas no ano passado.

Uma nova onda de peste suína africana e outras doenças durante o inverno levou fazendas, preocupadas com o risco de infecção, a enviar porcos para o abate mais cedo, aumentando o volume.

Embora os preços domésticos da carne suína PORK-CN-TOT-D tenham caído acentuadamente nos últimos meses, as importações devem permanecer altas, com uma escassez de oferta prevista para durar o resto do ano.

As importações de carnes no primeiro quadrimestre do ano chegaram a 3,55 milhões de toneladas, um aumento de 16,9% em relação ao mesmo período do ano passado, mostram também os dados.

Fonte:
Reuters

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário